Consulesa da Alemanha em Nápoles comete suicídio

Fonte ANSA FLASH 19/11/2009 às 0h
A consulesa da Alemanha em Nápoles, Angelika Volkel, foi encontrada morta esta manhã pelo porteiro do edifício em que vivia, na região de Posillipo. Segundo as primeiras informações, ela se atirou da varanda do 2º andar de seu apartamento.

O corpo da diplomata estava próximo à rampa que dá acesso à garagem e foi localizado por volta das 5h30 locais (00h30 no horário de Brasília).

Volkel deixou uma carta pedindo desculpas aos seus familiares e colegas de trabalho. No texto, escrito em alemão, a consulesa fala de um "mal-estar" que a afligia, sem dizer claramente sobre o que se referia. Ela deixou também o número de telefone de seu irmão, que vive nos Estados Unidos, para alguém avisá-lo do ocorrido.

Funcionários do Consulado da Alemanha em Nápoles, por sua parte, comentaram que o suicídio de Volkel foi um gesto "inexplicável", já que ela era "sempre gentil e cordial" e "amava muito Nápoles".

Até o momento, não foi feito nenhum pronunciamento oficial, fora o anúncio da chegada em Nápoles do embaixador alemão na Itália, Michael Steiner, que acompanhará as investigações.

A alemã, que morava sozinha, desempenhava sua função em Nápoles desde 2006. Entre 1975 e 2005, participou de missões diplomáticas do país em Belgrado (Sérvia), Kuala Lumpur (Malásia), Niamey (Níger) e Dakar (Senegal).
ANSA FLASH
Fonte ANSA FLASH 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Consulesa da Alemanha em Nápoles comete suicídio