Conheça as vantagens do óleo rerrefinado

Fonte Gargantini Comunicação 23/03/2013 às 11h

Processo, além de contribuir com o meio ambiente, melhora o desempenho do produto.

No século XXI um tema entrou de vez na pauta de qualquer discussão, seja em reuniões de líderes mundiais ou nas rodas de amigos o assunto é o mesmo: a preocupação com o meio ambiente. E um dos grandes desafios neste sentido é a destinação correta do OLUC (Óleo Lubrificante Usado e/ou Contaminado). Mas uma pergunta ainda precisa ser respondida: afinal, qual vantagem, além da ambiental, que o rerrefino proporciona?

O grau de pureza do óleo rerrefinado tem características muito semelhantes as do primeiro refino, tanto que, ele tem as mesmas aplicações que o óleo mineral básico. É necessário saber que o óleo rerrefinado passa duas vezes por um processo de refino e possui moléculas mais estáveis quimicamente. Desta forma, o óleo rerrefinado retorna ao mercado e pode ser utilizado para o mesmo fim e, dependendo de como é empregado, seu desempenho pode ser ainda melhor.

“Entre os benefícios do uso do óleo rerrefinado estão: maior resistência a oxidação (retardando o efeito do oxigênio nas moléculas do óleo), maior poder de demulsibilidade (capacidade de separação com a água), maior índice de viscosidade (variação da viscosidade em função da temperatura, quanto maior o valor deste índice menos variação da viscosidade) e proporcionalmente uma melhor lubrificação em uma ampla faixa de temperatura”, explica o assessor técnico da Lubrificantes Fenix, Bruno Marcolino.

“Para a formulação de um óleo lubrificante acabado é necessário uma mistura de óleo básico mais aditivos. Com a utilização do básico rerrefinado e todas as suas características benéficas, em sinergia com os aditivos multifuncionais dosados de acordo com o segmento de utilização, é possível sim obter um melhor desempenho do lubrificante”, garante Marcolino.

O rerrefino de OLUC é um exemplo de ação que garante sustentabilidade ao Meio Ambiente. Porém, é preciso ficar atento à quantidade de óleo desviado do processo de rerrefino. O desvio do resíduo, para servir a outros fins que não estão relacionados a este processo, considerado pelo Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) como o mais adequado, pode contaminar e poluir o Ecossistema.

Em São Paulo a Lubrificantes Fenix, de Paulínia, está entre as empresas habilitadas para fazer coletas em todo território nacional. Mensalmente são recolhidos pela Fenix cerca de 3 milhões de litros de OLUC. Deste volume 1,8 milhões de litros são revertidos para óleo em estágio básico, através do rerrefino. Outros 300 mil litros se transformam em subprodutos (óleos mais finos) e os 900 mil restantes (compostos por água e resíduos originados dos aditivos) são encaminhados a empresas que os utilizam como elementos de composição do cimento.

Para atender cada dia melhor seus clientes, anualmente são realizadas viagens internacionais para agregar e conhecer novas tendências e tecnologias com relação ao rerrefino de óleo, logística reversa, procedimentos de coleta e destinação do OLUC e resíduos sólidos. Recentemente, a Lubrificantes Fenix foi recomendada a receber a certificação ISO 14001 que define os requisitos para estabelecer e operar um Sistema de Gestão Ambiental. Esse ano a empresa busca a implantação da norma ISO 9001, certificação de Qualidade que visa o processo e produto.

Acompanhe a Fenix:

Facebook - www.facebook.com/LubfenixEcoFenix

Twitter - @LubFenix

www.lubfenix.com.br/

Gargantini Comunicação
Fonte Gargantini Comunicação 23/03/2013 ás 11h

Compartilhe

Conheça as vantagens do óleo rerrefinado