Congresso Brasileiro de Nefrologia Pediátrica será realizado entre os dias 27 e 30 de abril

Fonte Ponto da Notícia 15/03/2013 às 16h

A doença renal na infância é o tema do XVI Congresso Brasileiro de Nefrologia Pediátrica que acontece entre os dias 27 e 30 de abril em Campinas (SP), reunindo aproximadamente 400 profissionais, entre palestrantes nacionais e internacionais e participantes de todos os estados brasileiros. A inscrição para participar do XVI Congresso pode ser feita pelo site: www.nefropediatria2013.com.br até o dia 15 de abril, após esta data a inscrição será realizada somente no local do evento.

Pediatra e nefropediatra, docente do Departamento de Pediatria da Unicamp, a presidente do Congresso, Dra. Vera Belangero, explica que o evento terá atividades dirigidas à atualização e à discussão de temas frequentes na prática dos pediatras e dos nefropediatras.

O programa conta com aulas de atualização das doenças renais pediátricas mais comuns visando o pediatra que atende essas crianças em consultório, e revisões aprofundadas de doenças mais específicas visando o nefrologista pediátrico. Destaque também para os simpósios satélites com temas nas doenças raras que afetam o rim e para o I Simpósio Brasil-Alemanha, que discutirá os estudos multicêntricos em nefrologia pediátrica e as repercussões da doença renal crônica na infância.

Também haverá um programa científico específico para enfermagem, com foco na abordagem desse profissional nas especificidades da doença renal pediátrica.

O XVI CBNP trará ao Brasil cinco palestrantes estrangeiros, cada um deles apresentando seus trabalhos e experiências nas áreas mais importantes. Os convidados são os médicos Claus Peter Schmitt e Dieter Haffner (Alemanha), Craig Langman (EUA), Michael Zappitelli (Canadá) e Pierre Cochat (França), este último muito conhecido no Brasil por sua experiência em transplante renal em crianças.

Sobre as doenças renais na infância

As doenças renais mais comuns são as congênitas, como malformações do trato urinário e defeitos no desenvolvimento de um ou dos dois rins, seguidas das doenças glomerulares, também conhecidas como “nefrites”, que levam à perda de proteína e sangue na urina.

Dra. Vera Belangero explica que o mais importante nas doenças renais na infância é sua prevenção e diagnóstico precoce. “Precisamos frisar que a evolução para doença renal crônica pode ser modificada e lentificada desde que a criança com problema renal seja identificada e tratada de forma adequada”, declara.

Controle da pressão arterial, uso adequado de medicamentos para diminuir a perda de proteína na urina, orientações de dietas e encaminhamento dos casos de malformações a serviços especializados para cirurgias precoces são medidas-chave para a prevenção da evolução da doença renal crônica na infância, de acordo com a médica.

SERVIÇO

XVI Congresso Brasileiro de Nefrologia Pediátrica

Data: 27 a 30 de abril

Local: The Royal Palm Plaza Hotel & Resort – Campinas/SP

Site: http://www.nefropediatria2013.com.br/

 
 

 

Ponto da Notícia
Fonte Ponto da Notícia 15/03/2013 ás 16h

Compartilhe

Congresso Brasileiro de Nefrologia Pediátrica será realizado entre os dias 27 e 30 de abril