Confronto entre militares e membros das Farc deixa 40 mortos na Colômbia

Fonte Agência Brasil. 19/11/2009 às 0h
Um confronto entre militares colombianos e guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) deixou ao menos 40 mortos na cidade de Corinto, no departamento (estado) de Cauca, sudoeste do país.

"Há um suboficial e oito soldados mortos, e quatro militares feridos. Os combates ainda continuam", informou o coronel Luis Danilo Murcia, comandante da 29ª Brigada do Exército.

A imprensa colombiana destacou que cerca de 30 membros das Farc morreram na ação, que começou após o grupo guerrilheiro tentar invadir a cidade de Corinto.

Luis Orlando Muñoz, militar responsável pela região, disse que entre 120 e 150 integrantes da Frente VI das Farc tentaram tomar o município, por meio das zonas rurais, com o uso de granadas. Desde a madrugada, aviões da Força Aérea e do Exército colombiano estão no local.

A luta contra a guerrilha é uma das principais iniciativas do presidente Álvaro Uribe, eleito em 2002 e reeleito em 2006, que desde o início de sua gestãom tem promovido uma série de projetos e medidas para este fim.

Entre as ações, destaca-se o Plano Colômbia, que conta com apoio dos Estados Unidos, que destinam US$ 600 milhões por ano para financiar o combate ao narcotráfico e aos grupos armados. Recentemente, também foi assinado entre os dois países um novo tratado militar, que permitirá o envio de 1.400 norte-americanos a bases colombianas.

Contudo, o novo pacto tem sido duramente criticado por alguns países da região. Nos últimos dias, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, pediu que seus compatriotas se preparassem "para uma guerra", fazendo clara advertência à presença norte-americana na América Latina.
Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Confronto entre militares e membros das Farc deixa 40 mortos na Colômbia