Conferências trazem ao Brasil matemáticos de renome internacional

Fonte Ascom do MCTI 30/04/2013 às 16h
 
 
Na avaliação do pesquisador emérito do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa/MCTI) e presidente da Academia Brasileira de Ciências (ACB), Jacob Palis, o ciclo de Conferências Magnas promovido pelo instituto é uma maneira de colocar a comunidade científica brasileira em contato com grandes matemáticos contemporâneos.

 

A edição 2013 começa em maio, tendo como convidado o matemático Wendelin Werner, ganhador da Medalha Fields em 2006. O evento, gratuito e aberto ao público, é promovido pelo Impa desde 2012 e tem permitido a vinda de cientistas de renome ao Brasil.

Palis lembra que o programa teve como motivação inicial a presença, no Brasil, de Michael Atiyha, da Universidade de Cambridge (Inglaterra). Ao final de 2010, Atiyha realizou uma palestra no Impa. O geômetra é premiado com a Medalha Fields na década de 1960 e, mais recentemente, com o Prêmio Abel, atribuído anualmente pelo Rei da Noruega.

O pesquisador do Impa conta que a palestra encantou especialmente o cineasta e documentarista João Moreira Salles, que estava na plateia. A partir de então, iniciou-se um diálogo com a direção do instituto para a promoção regular de conferências semelhantes. “João Salles confirmou sua disposição para financiar o programa”, diz Palis, acrescentando que a iniciativa também conta com o apoio de outros parceiros.

O programa

O programa de Conferências Magnas teve início em março de 2012, com o professor David Mumford, da Brown University, instituição de ensino superior privada dos Estados Unidos, localizada em Providence, Rhode Island). Mumford é detentor da Medalha Fields e do prêmio Wolf, destinado a cientistas e artistas vivos pelas conquistas visando ao interesse da humanidade. “A passagem dele pelo Brasil foi extremamente bem sucedida. Ele proferiu duas palestras, sendo uma no próprio Impa e outra em Salvador”, observou Palis.

Mumford, que passou grande parte da carreira na Universidade de Harvard, dedicado à geometria algébrica, atualmente pertence aos quadros da Universidade de Brown e atua, sobretudo, na área de Visão Computacional.

Em 2011, o palestrante foi Cedric Villani, ganhador da Medalha Fields em 2010. Diretor do Institut Henri Poincaré, em Paris, ele é conhecido pela atuação na divulgação científica e pela aproximação com os meios de comunicação.

“No Rio, Villani deu uma palestra no Impa e outra na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em todas elas os auditórios estavam. “Em São Paulo, na USP, havia muitos jovens estudantes, que fizeram fila após a palestra para solicitar autógrafos”, afirmou Palis.

 

 

 

Ascom do MCTI
Fonte Ascom do MCTI 30/04/2013 ás 16h

Compartilhe

Conferências trazem ao Brasil matemáticos de renome internacional