Confederação Brasileira de Ginástica é a sexta do mundo nos padrões de qualidade

Fonte Ascom – Ministério do Esporte* 27/02/2013 às 15h


A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) conquistou esta semana duas grandes vitórias, isso graças ao trabalho desenvolvido com os atletas, nos últimos anos, no país. A primeira foi a indicação pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) como sexta colocada nos padrões de qualidade do mundo. A segunda foi a escolha, por eleição, do ginasta Arthur Zanetti, atual medalhista de ouro olímpico, para a Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A Federação Britânica ficou com a primeira posição, seguida pelas Federações da Bielorrússia, França, Rússia e Alemanha. Atualmente, a Federação Internacional conta com a participação de 133 países membros. O Brasil obteve 159 pontos, junto com a Ucrânia e a Bulgária. A Grã-Bretanha obteve 210. A entidade aproveitou a oportunidade para incentivar seus membros não apenas a participar de competições internacionais, mas também a respeitar as obrigações administrativas, tais como prazos, e a participar de algumas ações diretas de suas federações.

Segundo Luciene Resende, presidente da CBG, esse resultado é de grande relevância para o Brasil e para a ginástica brasileira mostrar o quanto a gestão esportiva vem evoluindo no processo de excelência administrativa e governança, cumprindo as normas estabelecidas pela federação. “Cumprimos todos os passos e requisitos administrativos, buscando um bom relacionamento com os outros países e entidades, como a própria FIG, a União Pan-Americana (Upag) e Sul-Americana (Consugi)", comentou a presidente.

Comissão de atletas do COB
O medalhista de ouro e integrante do programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte Arthur Zanetti tomou posse nesta terça-feira (26.02), no Rio de Janeiro, na Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Ele foi eleito após votação do Conselho Executivo da entidade junto com mais três atletas.

Para o medalhista, integrar a comissão é muito importante para ele e para a ginástica brasileira. “Para mim, integrar a Comissão de Atletas do COB será bastante positivo. É muito bom poder ter esse contato direto, conversar e dar a nossa opinião. Acredito que essa indicação também será relevante para a ginástica, que poderá contar com um representante lá dentro. Estou muito feliz em ser um dos escolhidos”, afirmou.

O atleta foi indicado pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), junto com mais dois ginastas e outros três eleitos de outras modalidades, mais 14 foram escolhidos em votação online entre os atletas do Time Brasil, participantes das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos.

A comissão tem como objetivo ser o canal de comunicação dos atletas com o COB, estabelecer um ambiente de discussão onde possam compartilhar informações e ideias relacionadas aos Jogos Olímpicos, Pan-Americanos e Sul- Americanos, oferecer sugestões e recomendações sobre qualquer assunto relacionado ao Movimento Olímpico, além de incentivar a presença feminina no esporte e apoiar o desenvolvimento da educação dos jovens por meio do esporte.


*Com informações da CBG

Ascom – Ministério do Esporte*
Fonte Ascom – Ministério do Esporte* 27/02/2013 ás 15h

Compartilhe

Confederação Brasileira de Ginástica é a sexta do mundo nos padrões de qualidade