Condições da Coreia do Norte para negociar são "inaceitáveis" para EUA, diz Kerry

Fonte Agência Lusa 18/04/2013 às 22h

Washington - O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, classificou hoje (18) de “inaceitáveis” as condições apresentadas pela Coreia do Norte para iniciar negociações de paz com Washington e a Coreia do Sul.

“É a primeira palavra ou ideia de negociações que ouvimos da parte deles desde que tudo isto começou”, disse Kerry, em uma audiência no Comitê de Relações Externas do Senado.

“Portanto estou preparado para olhar para isso como, pelo menos, uma jogada de abertura. Não aceitável, obviamente, e temos de ir mais longe”, adiantou.

O regime liderado por Kim Jong-un apresentou hoje uma lista de condições para retomar o diálogo com Seul e Washington, da qual faz parte o fim das manobras militares conjuntas e o levantamento das sanções da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Se os inimigos, os Estados Unidos e o Sul […] pretendem o diálogo e negociações, deverão adotar estas medidas”, declarou a Comissão de Defesa Nacional norte-coreana, em um comunicado.

A mesma nota acrescentou que se a Coreia do Sul quer realmente o diálogo e negociações “deverá apresentar desculpas por todas as ações hostis contra a Coreia do Norte”.

Em reação, o governo de Seul qualificou hoje estes requisitos como “incompreensíveis”.

A proposta de Pyongyang ocorre um mês após hostilidades em relação a Washington e ao vizinho do Sul, quando ameaçou com um ataque nuclear.

Kerry tem manifestado disposição ao diálogo, se a Coreia do Norte aceitar conter seu programa nuclear.

Hoje, o secretário de Estado disse que Washington não vai regressar a medidas passados do tipo “aqui vai um pouco de ajuda, mais um pouco disto, e depois falamos” e que o objetivo é “fazer algumas determinações fundamentais”.

A China manifestou hoje seu apoio à proposta de diálogo apresentada pela Coreia do Norte, que impõe várias condições, considerando ser a “única” e a “melhor” maneira de diminuir o clima de tensão na península coreana.

A porta-voz da diplomacia chinesa, que não comentou as condições apresentadas pela Coreia do Norte, reiterou que “todas as partes implicadas” têm um interesse comum na região e uma responsabilidade, que é “manter a paz e a estabilidade na península”.

Agência Lusa
Fonte Agência Lusa 18/04/2013 ás 22h

Compartilhe

Condições da Coreia do Norte para negociar são "inaceitáveis" para EUA, diz Kerry