Comunidades de Trairão, no Pará, terão apoio do Serviço Florestal para manejar açaí

Fonte Serviço Florestal Brasileiro 03/05/2013 às 9h

Atividades compreendem apoio a produção e comercialização para 70 produtores

Uma reunião pública realizada no distrito Bela Vista do Caracol, no município de Trairão (PA), no dia 26/04, reuniu representantes do governo local, organizações da sociedade civil e de comunidades que extraem produtos da palmeira açaí para apresentar as atividades que o Serviço Florestal Brasileiro (SFB) desenvolverá na região para fortalecer essa cadeia produtiva.

As ações visam fomentar a produção e a comercialização realizada pelas comunidades locais que manejam a espécie, fonte dos produtos não madeireiros mais importantes para o município. O apoio também deve auxiliar os comunitários a se inserirem em uma cadeia produtiva da qual o Pará é maior produtor nacional. O estado gerou mais de 100 mil toneladas de frutos e quase 5 mil toneladas de palmito - que pode ser obtido dessa palmeira - em 2011, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Diversas comunidades e famílias sobrevivem da extração do palmito e do fruto do açaí. Com assistência técnica, poderão melhorar suas atividades produtivas e conquistar novos mercados”, afirma a engenheira florestal da Unidade Regional do Distrito Florestal da BR-163 do SFB, Daniela Pauletto.

Manejo
Para os produtores rurais que extraem palmito, será oferecida assistência técnica e capacitação com o objetivo de auxiliá-los na adoção de técnicas sustentáveis de exploração, além de orientações sobre o licenciamento da atividade e apoio para a comercialização. Já para aqueles que trabalham com o fruto, será ofertado apoio para a comercialização.

Essas demandas foram identificadas com auxílio do Grupo de Trabalho Açaí (GT), surgido no âmbito das reuniões do Conselho Consultivo das Florestas Nacionais de Itaituba I e II e do Trairão, as quais possuem forte potencial extrativista. O SFB é uma das instituições que integra o GT.

No total, 70 produtores do município de Trairão serão selecionados para receber a assistência técnica. Visitas de mobilização foram realizadas nas comunidades da região entre os dias 23 e 25/04 para convidar os agricultores para a reunião pública.

As próximas etapas vão incluir inventário participativo das áreas, elaboração de projetos de manejo, auxílio para o cadastramento em órgãos oficiais, oficinas de boas práticas e elaboração e submissão de proposta para acesso ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) ou ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Os resultados serão monitorados a partir de uma linha de base que será construída a partir do diagnóstico socioprodutivo das unidades de produção que serão beneficiadas. As atividades serão executadas pelo Instituto Socioambiental Flora Nativa do Pará, contratado pelo SFB.

Serviço Florestal Brasileiro
Fonte Serviço Florestal Brasileiro 03/05/2013 ás 9h

Compartilhe

Comunidades de Trairão, no Pará, terão apoio do Serviço Florestal para manejar açaí