Comissão do Senado aprova indicação de Trezza para diretor da Abin

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
 Por 14 votos a 1, a Comissão de Relações Exteriores do Senado aprovou hoje (14) o nome de Wilson Trezza para o cargo de diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Ele ocupa interinamente o cargo desde setembro do ano passado, quando o então diretor Paulo Lacerda foi afastado por suspeita de a Abin ter feito escutas telefônicas clandestinas para monitorar conversas de autoridades durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal.

A aprovação do nome de Trezza ainda precisa passar por votação secreta no plenário do Senado.

Durante a sabatina, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI) cobrou de Trezza explicações com relação a gravações de telefonemas feitos do gabinete do senador no ano passado. Nas gravações, foram detectadas conversas de Heráclito, do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.

Heráclito Fortes se disse “revoltado” com a ação e afirmou que a medida foi uma represália do então diretor da Abin Paulo Lacerda. Fortes disse que, quando era presidente da Comissão de Relações Exteriores, denunciou que a agência tinha como prática a realização de escutas. “Em vez de tomar providências, ele [Paulo Lacerda] se tomou de ódio contra mim e começou a fazer arapongagem para cima de mim. Ele não tinha o direito de fazer o que fez. Nem tampouco de fazer o acobertamento”, afirmou.

Trezza afirmou que a ação não era da Abin. “Quero que o senhor tenha certeza de que a Abin não faz esse tipo de ação”, disse.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Comissão do Senado aprova indicação de Trezza para diretor da Abin