Comissão discutirá greves na construção da Hidrelétrica de Belo Monte

Fonte Agência Câmara de Notícias 12/05/2012 às 10h

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público vai realizar audiência pública para discutir paralisações constantes dos trabalhadores da construção da Hidrelétrica de Belo Monte. A iniciativa do debate, ainda sem data marcada, é do deputado Sabino Castelo Branco (PTB-AM).

Castelo Branco afirma que a construção da Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no estado do Pará, é fundamental para o desenvolvimento do Brasil. Sua totalidade instalada será de 11.233,1 MW, o que representa uma adição de 4.571 MW/médios de energia, suficiente para abastecer 40% do consumo residencial de todo o país. Se o cronograma não for comprometido, a primeira unidade entrará em funcionamento em 2015.

“Belo Monte oferece a alternativa de geração de energia elétrica mais econômica em comparação com qualquer outra fonte energética disponível no país. Considerando a energia solar, o custo alcançaria mais de seis vezes o valor contratado”, afirma a Norte Energia S.A.

Três paralisações
“É preocupante a instabilidade trabalhista no canteiro de obras da Belo Monte. Desde a instalação dos trabalhos, três movimentos de paralisação interromperam as atividades com grandes prejuízos, podendo alterar danosamente o calendário das construções”, acrescenta Castelo Branco. Segundo o deputado, é necessário que os responsáveis pelas obras e representantes dos trabalhadores expliquem na comissão as razões que têm gerado as greves. Ele afirma que é crucial identificar e eliminar as causas da insatisfação.

Serão convidados para o debate:

- o diretor de Relações Institucionais, João dos Reis Pimentel;
- o diretor de Construção, Antônio Kelson Elias Filho;
- o diretor de Gestão Alexandre Ramos Peixoto; e
- o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Usina de Belo Monte, Giovane Resende

Agência Câmara de Notícias
Fonte Agência Câmara de Notícias 12/05/2012 ás 10h

Compartilhe

Comissão discutirá greves na construção da Hidrelétrica de Belo Monte