Comissão de Meio Ambiente adota pauta eletrônica para poupar papel

Fonte Agência Câmara de Notícias 10/05/2012 às 14h

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara passou a adotar desde a reunião de ontem (9) uma série de medidas para promover a conscientização ambiental e a utilização de serviços disponíveis na Casa de forma mais sustentável.

A ação de maior impacto é a implantação definitiva do sistema de pauta eletrônica. Com essa prática, o colegiado deixará de utilizar uma média de 12 mil folhas de papel por mês, o equivalente a 80 resmas. A pauta desta semana, por exemplo, gastaria cerca de 4,5 mil folhas caso fosse impressa. “Os bons exemplos devem partir da própria Casa. Temos de ser espelho para os demais poderes e para o Brasil. Nesse sentido, gostaria de contar com o apoio de todos os integrantes desta comissão e seus assessores, além dos representantes da sociedade civil que acompanham nosso trabalho na adoção de medidas sustentáveis” solicitou o presidente do grupo, deputado Sarney Filho (PV-MA).

Outras comissões da Câmara como a de Constituição e Justiça e de Cidadania; e a de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática também já usam a pauta eletrônica.

Entre as medidas que passaram a ser adotadas pela Comissão de Meio Ambiente estão ainda o uso do papel frente e verso em todas as correspondências oficiais; a reposição de água aos participantes de audiências públicas por meio de jarras, utilizando apenas um copo descartável por pessoa; a ornamentação do Plenário com plantas; e a inclusão de frases de impacto com temáticas ambientais nas pautas das reuniões e nos displays dos elevadores da Casa.

Agência Câmara de Notícias
Fonte Agência Câmara de Notícias 10/05/2012 ás 14h

Compartilhe

Comissão de Meio Ambiente adota pauta eletrônica para poupar papel