Colômbia confirma presença de Álvaro Uribe em reunião da Unasul na Argentina

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O governo colombiano confirmou hoje que o presidente Álvaro Uribe irá à reunião extraordinária da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), que ocorrerá no próximo dia 28 na Argentina.

"O presidente da República, Álvaro Uribe Vélez, e o chanceler Jaime Bermúdez Merizalde, participarão da próxima reunião de presidentes da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), que ocorrerá na República Argentina", informou um comunicado da Presidência.

Segundo o texto, a agenda do encontro "será diversa e a reunião não implica condições para o acordo entre Colômbia e Estados Unidos, que tem o objetivo de enfrentar com mais êxito o narcotráfico e o terrorismo".

A possibilidade de que a Colômbia participasse da reunião havia sido divulgada por fontes dos governos colombiano e argentino, mas ainda não havia sido confirmada oficialmente.

A reunião, proposta pela presidente argentina, Cristina Kirchner, na última segunda-feira, ocorrerá em Bariloche e deve contar com a presença dos 12 chefes de Governo dos países-membros da Unasul, que querem discutir com Uribe o controverso tratado, que permitirá o envio de militares dos EUA a até sete bases colombianas.

Bolívia, Equador e Venezuela já se declararam contra a eventual presença de militares norte-americanos na região. Já Brasil, Argentina e Uruguai demonstraram preocupação, no entanto, reconhecem a soberania do país nas relações exteriores. Chile e Peru, por sua vez, ratificaram seu apoio ao governo colombiano.

Em declarações à ANSA, a Chancelaria da Colômbia informou, contudo, que não enviará representantes à reunião de chanceleres e de ministros da Defesa da Unasul, marcada para o próximo dia 24 no Equador, esclarecendo que esta nação não oferece garantias à sua delegação.

As mesmas fontes acrescentaram que se o encontro fosse em outro país, o ministro poderia participar. Colômbia e Equador não mantêm relações diplomáticas desde 2008, após uma incursão ilegal colombiana contra um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em território equatoriano. A ação deixou 26 mortos.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Colômbia confirma presença de Álvaro Uribe em reunião da Unasul na Argentina