COB contrata treinador espanhol para reforçar a canoagem brasileira

Fonte COB 28/03/2013 às 17h

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) contratou um dos mais vitoriosos treinadores de canoagem do mundo para reforçar a modalidade no Brasil. Com cinco medalhas olímpicas e dez mundiais no currículo, o espanhol Jesús Morlán é o mais novo comandante da seleção brasileira de canoa e canoagem velocidade. O espanhol ficará à frente da preparação da equipe de país para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A contratação de Jesús faz parte do planejamento conjunto do COB com a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), para elevar ainda mais o patamar do esporte em busca de uma medalha olímpica inédita nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Como treinador da equipe espanhola, Morlán levou o canoísta David Cal a conquistar cinco medalhas nas três últimas edições de Jogos Olímpicos (um ouro e quatro pratas) e se tornar o atleta espanhol com mais medalhas olímpicas em toda história do país.

Jesús Morlán chega ao Brasil nesta segunda-feira (01.04) e trabalhará com os cinco jovens atletas da equipe nacional de canoa no novo Centro de Treinamento de Canoagem Velocidade, localizado no Yacht Club Paulista, na represa de Guarapiranga, em São Paulo. “Esta é uma experiência nova em minha carreira e estou muito motivado de trabalhar com os atletas do Brasil. Quero prepará-los para chegarem em agosto de 2016 tendo conquistado medalhas nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Estes serão os Jogos da vida deles e é um objetivo que eu me imponho. Fiz um trabalho muito bonito na Espanha ajudando o David Cal a se tornar o maior medalhista da história do país e tenho total convicção que os canoístas brasileiros têm muito talento, potencial e estão no mesmo nível ou até melhores ao que eu encontrei o David no começo de sua carreira”, ressaltou Jesús.

Jesús planeja estabelecer um planejamento específico para os atletas de cada prova de canoagem velocidade. Além da experiência com o vitorioso treinador, a vinda de Jesús proporcionará aos atletas brasileiros o contato com o pentacampeão olímpico David Cal, que também virá ao Brasil. “Eu serei treinador exclusivo dos brasileiros e o David me acompanhará para usufruir da mesma estrutura oferecida aos atletas do Brasil. Acredito que o intercâmbio com um dos maiores atletas olímpicos da história será muito importante para a evolução dos brasileiros”, ressaltou Jesús.

A valorização e a capacitação do trabalho dos treinadores são alguns dos pilares do planejamento do COB para atingir suas metas no Rio 2016. A Academia Brasileira de Treinadores é uma das iniciativas realizadas pela entidade neste sentido. Em outros casos, como na canoagem, o COB, em conjunto com as confederações, procura trazer treinadores estrangeiros, que possam contribuir para o desenvolvimento do esporte brasileiro. Geralmente referências em seus países, estes profissionais têm a missão de agregarem qualidade ao esporte nacional e ainda transferir conhecimentos para seus pares nacionais.

“A participação de treinadores qualificados no processo de preparação de atletas e equipes é condição básica e fundamental para o sucesso de uma campanha em competições como Jogos Pan-Americanos, Campeonatos Mundiais e Jogos Olímpicos. Por essa razão, a valorização dos treinadores tem sido um dos pilares estratégicos do COB e será intensificada neste ciclo olímpico 2013-2016. A chegada de Jesús Morlán, um dos mais prestigiados treinadores de canoagem de todos os tempos, certamente trará inúmeros benefícios aos atletas brasileiros e contribuirá para o desenvolvimento da canoagem em nosso país”, afirmou Marcus Vinicius Freire, superintendente executivo de esportes do COB.

O presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini Schwertner, comemorou a chegada do treinador espanhol. “A canoagem é um esporte em franco crescimento no Brasil, muito disso em virtude do apoio e das parcerias conquistadas pela Confederação Brasileira de Canoagem, pelo apoio do Comitê Olímpico e do Ministério do Esporte e do patrocinador oficial da Canoagem brasileira o BNDES. A vinda de Jesús Morlán para a Seleção Brasileira de Canoagem Velocidade faz parte desse nosso trabalho em transformar a canoagem em breve em um esporte campeão olímpico e mundial para o Brasil”, ressaltou Tomasini.

COB
Fonte COB 28/03/2013 ás 17h

Compartilhe

COB contrata treinador espanhol para reforçar a canoagem brasileira