CNA defende linha de crédito para pequena e média agroindústria

Fonte Agência Brasil 18/04/2013 às 16h

 


Brasília – A presidenta da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Kátia Abreu, defendeu hoje (18) a criação de linha de crédito especial financiar pequenas e médias agroindústrias. Segundo Kátia, que é senadora pelo PDS do Tocantins, o objetivo é fortalecer as empresas de menor porte, que, por falta de “capital de giro”, têm sido absorvidas por grandes companhias.

Trata-se de um gargalo muito importante, e pouca gente fala sobre ele, disse a senadora. "Estamos vendo, todos os dias, grandes agroindústrias, que são meia dúzia no país, comprando e, muitas vezes, fechando pequenas e médias empresas para aumentar monopólio e o controle de preços. Queremos linha de crédito específica para que o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social], por intermédio dos bancos, possa criar capital de giro, uma linha específica para a pequena e a média agroindústria brasileiras.”

A proposta de financiamento especial para o setor consta do novo Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2013/2014, apresentado por Kátia Abreu em audiência na Comissão de Agricultura do Senado. A senadora ressaltou que, apesar de o BNDES ter autonomia, é preciso que o governo intervenha para que o empréstimo alcance agroindústrias de todos os portes. De acordo com a senadora, o governo precisa se manifestar pôr "o pé no freio".

"Quer emprestar para os grandes, tudo bem, mas não pode deixar de emprestar para os pequenos e médios [agroindustriais] do país. Não podemos assistir a isso de braços cruzados. O dinheiro é para todos, principalmente para quem mais precisa, que são pequenos e médios agricultores do país”, disse a senadora.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 18/04/2013 ás 16h

Compartilhe

CNA defende linha de crédito para pequena e média agroindústria