Circuito Brasileiro de Rugby Feminino abre temporada 2013 em julho com mais equipes e sedes

Fonte ZDL Comunicação 17/05/2013 às 19h

 

O Super Sevens eleva o nível da modalidade entre as mulheres e terá seis etapas, uma a mais do que em 2012

São Paulo (SP) - O Super Sevens - Circuito Brasileiro de Rugby Sevens Feminino 2013 - será ainda maior nesta temporada. O evento, que entrou oficialmente para o calendário no ano passado, chega à segunda edição com mais equipes e etapas. Em 2013, o torneio contará com seis cidades-sede, uma a mais do que o ano anterior. A abertura será em Niterói (RJ). Depois, o circuito visita as três capitais da região sul: Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC). A quinta etapa será em Belo Horizonte (MG) e o encerramento será em São Paulo (SP).

Assim como em 2012, as seis equipes mais bem classificadas no Brasil Sevens (Campeonato Brasileiro de Rugby Sevens) estão automaticamente classificadas para participar de todas as etapas do Circuito. São elas: Desterro (SC), Charrua (RS), SPAC (SP), Niterói (RJ), Bandeirantes (SP) e BH Rugby (MG). Os times serão denominados "equipes fixas" do Super Sevens 2013. Além disso, em cada etapa haverá a participação de outras seis equipes, convidadas pela Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e pela Federação local. Na temporada passada eram quatro equipes escolhidas por etapa para a disputa.

Com o objetivo de ampliar a competitividade, as equipes serão divididas em três grupos e não apenas em dois. Além disso, a CBRu irá custear as passagens aéreas das equipes fixas que não são do estado onde ocorrerá a etapa.

"O objetivo é aproximar o evento ao nível do Super 10 e criar um padrão elevado para as competições nacionais, permitindo que cada vez mais equipes participem. Com isso não só aumentamos a competitividade, mas geramos mais oportunidades para que outras equipes joguem", comenta Bernardo Duarte, gerente de competições da CBRu.
O Super Sevens também faz parte do processo de preparação da Seleção Feminina para a Olimpíada do Rio/2016. Quanto mais as atletas jogam, mais experiência elas adquirem e mais talentos são revelados, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento da equipe nacional.

Confira o calendário completo do Super Sevens 2013:

Niterói (RJ) - 20 e 21 de julho
Organizador: Federação Fluminense de Rugby

Curitiba (PR) - 17 e 18 de agosto
Organizador: Federação Paranaense de Rugby

Porto Alegre (RS) - 7 e 8 de setembro
Organizador: Federação Gaúcha de Rugby

Florianópolis (SC) - 21 e 22 de setembro
Organizador: Federação Catarinense de Rugby

Belo Horizonte (MG) - 12 e 13 de outubro
Organizador: Federação Mineira de Rugby

São Paulo (SP) - 2 e 3 de novembro
Organizador: Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e Federação Paulista de Rugby

Formato da disputa - As equipes serão divididas em três grupos, observada a seguinte ordem de classificação: Grupo A - 1º, 6º, 9º, 10º; Grupo B - 2º, 5º, 7º, 12º; e Grupo C - 3º, 4º, 8º, 11º. Na fase de classificação, todas as equipes jogam contra todas dentro dos grupos. As duas equipes melhores colocadas de cada grupo e os dois melhores terceiros fazem as quartas-de-final da Taça de Ouro. O último terceiro colocado e quem passou em quarto lugar de cada grupo jogam as semifinais da Taça de Bronze.
Todos os jogos serão disputados em dois tempos de sete minutos com dois minutos de intervalo, com exceção da final da Taça de Ouro, que terá dois tempos de 10 minutos com três minutos de intervalo.

A classificação geral do Super Sevens será determinada de acordo com a pontuação somada ao longo das seis etapas, que seguirá a seguinte ordem: 1º colocado - 20 pontos; 2º colocado - 18 pontos; 3º colocado - 16 pontos; 4º colocado - 14 pontos; 5º colocado - 12 pontos; 6º colocado - 10 pontos; 7º colocado - 8 pontos; 8º colocado - 6 pontos; 9º colocado - 4 pontos; 10º colocado - 3 pontos; 11º colocado - 2 pontos; 12º colocado - 1 ponto.

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) tem o patrocínio máster do Bradesco e, como patrocinadores principais, Topper, Heineken e JAC Motors. Conta ainda com Grupo CCR, Alupar, CEMIG, Cultura Inglesa, Brookfield Incorporações e BR Properties como patrocinadores oficiais. Também são fornecedores e apoiadores do rugby brasileiro Travel Ace, Fortify, Probiótica, Deloitte, Cremer e JExperts.

O rugby é o segundo esporte mais praticado no mundo, têm 5 milhões de jogadores e está presente em 120 países. No Brasil, são mais de 100 mil seguidores, mais de 200 agremiações esportivas e 10 mil atletas registrados, números que, somados à volta da modalidade ao programa olímpico nos Jogos do Rio 2016, fizeram a International Rugby Board (Federação Internacional de Rugby) eleger o Brasil como prioridade estratégica de investimento.


Mais informações no site www.brasilrugby.com.br

Siga o Rugby no twitter

Brasil Rugby no Facebook

ZDL Comunicação
Fonte ZDL Comunicação 17/05/2013 ás 19h

Compartilhe

Circuito Brasileiro de Rugby Feminino abre temporada 2013 em julho com mais equipes e sedes