CIRCUITO BANCO DO BRASIL CHALLENGER: Semifinalistas definidos em dia que marca duelos entre irmãos

Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 18/05/2013 às 19h

 

Foto da notícia

O duelo entre os irmãos Fernandão e Fábio Luiz

 

CAMPO GRANDE (MS), 18.05.2013 – O torneio principal da etapa de Campo Grande (MS) do Circuito Banco do Brasil Challenger conheceu seus semifinalistas neste SÁBADO (18.05), em ambos os naipes. Mais do que garantir vagas para a etapa decisiva da competição, o dia na arena montada no Parque das Nações Indígenas marcou confrontos entre irmãos, que se enfrentaram tanto na fase de grupos quanto nas quartas de final. No fim, melhor para Fábio Luiz, que superou Fernandão e avançou na capital sul-matogrossense.

No primeiro duelo entre eles logo na primeira fase, pelo Grupo A, Fernandão, ao lado de Bruno, derrotou o irmão, que tem Márcio Gaudie como parceiro. Vitória de 2 a 1, parciais de 21/17, 18/21 e 15/7. Porém, como os dois melhores de cada chave se classificavam para as quartas, os dois seguiram em frente. E quis o destino que eles voltassem a se enfrentar. Mas, a partir dali, não tinha mais jeito: apenas um deles continuaria na luta pelo título.

E se Fernandão levou a melhor no primeiro encontro entre os irmãos em Campo Grande (MS), Fábio Luiz deu o troco nas quartas e acabou rindo por último. Ao lado do carioca Márcio Gaudie, venceu por 2 a 0, parciais de 21/18 e 21/16, e se garantiu em uma das semifinais. E elas ficaram definidas da seguinte forma: Fábio Luiz/Márcio Gaudie x Benjamin/Harley (MS/DF) e Lipe/Beto Pitta (CE/RJ) x Leonardo Gomes/Daniel Souza (RJ).

“Jogar contra o meu irmão é sempre especial. Ele sempre foi um exemplo de superação pra mim. Passou por três cirurgias no mesmo joelho (esquerdo) e continua jogando em alto nível. Com muita força de vontade, conseguiu vencer todos os obstáculos. Sempre procurei me espelhar nele, um cara que trouxe para nós uma medalha olímpica. Temos que respeitar”, disse o gigante Fernandão, de 2,10m e 26 anos.

Medalha de prata ao lado de Márcio nos Jogos Olímpicos de Pequim/2008, além de ter sido campeão mundial, em 2005, Fábio Luiz, de 2,04m e 34 anos, também teceu elogios ao irmão. O curioso é que ambos garantem que levam vantagem um sobre o outro nas muitas vezes em que já se enfrentaram. Jamais fizeram parceria por ambos exercerem a mesma função de bloqueador. Mas não descartam formar dupla um dia.

“Quem sabe no futuro? E de uma coisa eu sei: vai ser um time grande. E que possa ser também um grande time, caso um dia a gente jogue junto. Certo mesmo é que o Fernandão está numa fase muito boa, tem se dedicado demais. É de uma qualidade técnica fora do normal. Acho até que já deveria ter sido convocado para a seleção. Mas acredito que a oportunidade dele vai chegar. A Confederação tem feito um grande trabalho nesse novo projeto. O desenvolvimento é causado por mudanças e o esporte sempre segue”, declarou Fábio Luiz.

Érica Freitas/Chell e Bruna/Natasha Valente: únicas invictas
No torneio principal feminino, em sistema de dupla eliminatória, apenas duas parcerias chegam às semifinais de forma invicta, quando vencem seus dois jogos, evitando uma terceira partida, e avançam automaticamente, apenas aguardando a definição de suas adversárias. E este papel de protagonistas coube a Érica Freitas/Chell (MG/DF) e Bruna/Natasha Valente (PB/RJ). Por um lugar na grande decisão, elas enfrentarão neste DOMINGO (19.05), a partir das 9h, Vivian/Pri Lima (PA/RJ) e Val/Semírames (RJ/ES), respectivamente.

Érica Freitas e Chell estrearam com uma vitória de 2 a 1 (22/20, 15/21 e 15/10) sobre Fabíola/Rachel (DF/RJ). Depois, derrotaram Val/Semírames (RJ/ES) por 2 a 0, parciais de 21/18 e 21/17. Já Bruna e Natasha Valente passaram por Josi/Raquel (SC/RJ) com um 2 a 1 (21/16, 17/21 e 15/9) e, depois, bateram Isabel/Thati (PA/PB) com um 2 a 0, parciais de 21/15 e 21/13).

A trajetória de Vivian e Pri Lima foi um pouco mais árdua. A dupla estreou com derrota de 2 a 0 para Neide e Ângela, parciais de 22/20 e 21/14. Na sequência, venceram Josi e Raquel, de virada, por 2 a 1 (19/21, 21/18 e 15/9) e, no jogo decisivo por uma vaga nas semifinais, derrotaram Isabel e Thati por 2 a 0 (21/19 e 21/18). Por fim, a classificação de Val e Semírames, que passaram por Naiana/Luciana (CE) com uma vitória de 2 a 0 (21/19 e 21/16), perderam para Érica Freitas/Chell e venceram Neide/Ângela (AL/DF) por 2 a 0 (22/20 e 25/23).

TABELA E RESULTADOS (torneio principal masculino):
http://www.cbv.com.br/v1/cbbvp-challenger/et-resultados.asp?torneio=P&Naipe=M&Etapa=1

TABELA E RESULTADOS (torneio principal feminino):
http://www.cbv.com.br/v1/cbbvp-challenger/et-resultados.asp?torneio=P&Naipe=F&Etapa=1

GALERIA DE FOTOS:
http://www.cbv.com.br/v1/imprensa/abrir.asp?id=1632

Assessoria de Comunicação - CBV
Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 18/05/2013 ás 19h

Compartilhe

CIRCUITO BANCO DO BRASIL CHALLENGER: Semifinalistas definidos em dia que marca duelos entre irmãos