Cinema nacional é premiado nos Estados Unidos

Fonte ANCINE 29/04/2013 às 12h

No último fim de semana, três brasileiros foram contemplados com diferentes prêmios nos Estados Unidos: dois festivais e um fundo de apoio divulgaram, entre seus premiados, produções nacionais recentes.

 

O Festival de Cinema de Long Island anunciou os vencedores de sua 29ª edição no domingo (21). O documentário "O dia que durou 21 anos", dirigido por Camilo Tavares, que levanta documentos sobre a participação norte-americana no golpe militar de 64, foi agraciado com o Prêmio Especial do Júri. Já "Febre do rato", de Claudio Assis, levou o prêmio de Melhor Longa-metragem na 14ª edição do Festival de Cinema Havana, na cidade de Nova Iorque. O festival, inteiramente dedicado à produção cinematográfica latino-americana, teve seu encerramento no último dia 19 de abril.


O projeto "A cidade onde envelheço", dirigido por Marília Rocha e produzido por Luana Melgaço, foi premiado não em um festival, mas pelo fundo TFI América Latina Media Arts, promovido pelo Instituto de Cinema de Tribeca, organizador do Festival de Cinema de Tribeca. O fundo, que conta com a parceria da rede internacional Bloomberg, apoia a produção ou pós-produção de trabalhos inovadores de cineastas latino-americanos cujos trabalhos reflitam suas culturas. O projeto de Marília foi um dos contemplados pelo programa Bloomberg Fellows, que concederá treinamento e assistência a três projetos distintos. O treinamento está previsto para acontecer nas cidades de São Paulo, Cidade do México (México) e Santiago (Chile), e cada projeto selecionado receberá um subsídio no valor de 12 mil dólares.

ANCINE
Fonte ANCINE 29/04/2013 ás 12h

Compartilhe

Cinema nacional é premiado nos Estados Unidos