Cinema nacional é destaque na premiação do FESTin, em Portugal

Fonte ANCINE 19/04/2013 às 18h

Cinema nacional é destaque na premiação do FESTin, em Portugal

O cinema brasileiro teve grande destaque na premiação da 4ª edição do FESTin - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que chegou ao fim no último dia 10. O festival, que acontece anualmente na cidade de Lisboa (Portugal), foi criado com com o objetivo de celebrar e fortalecer a cultura audiovisual, num ambiente de intercâmbio e cooperação entre países lusófonos. Nesta edição, o Brasil levou seis prêmios e duas menções.

O filme "A coleção invisível", primeiro longa de ficção do francês radicado no Brasil Bernard Attal, venceu a competição de longas do evento, na opinião do júri. Para o público do FESTin, o melhor longa-metragem foi "Colegas", de Marcelo Galvão, com a aventura dos três jovens portadores de síndrome de down que caem na estrada em um carro roubado. "Colegas" também recebeu menção honrosa do júri oficial.

Na competição de curtas-metragens, o júri elegeu "Cowboy", de Tarcísio Lara Puiati, como o melhor curta do festival. Já o prêmio CPLP, concedido pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, foi para o longa "Cartas para Angola", de Coraci Ruiz e Júlio Matos.

Os melhores atores nas telas do FESTin também são brasileiros: Leandra Leal levou o prêmio de Melhor Atriz pelo longa "Bonitinha, mas ordinária", de Moacyr Góes, e Lázaro Ramos foi considerado Melhor Ator por sua atuação em "O Grande Kilapy", coprodução entre Portugal, Brasil e Angola, dirigida por Zezé Gamboa, que recebeu o prêmio em nome do ator. O júri de curtas também atribuiu uma menção honrosa à atriz Fernanda Montenegro, por sua interpretação no curta-metragem "A Dama do Estácio", de Eduardo Ades.

Acesse a página do FESTin - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa e veja a lista completa de premiados no evento.

ANCINE
Fonte ANCINE 19/04/2013 ás 18h

Compartilhe

Cinema nacional é destaque na premiação do FESTin, em Portugal