Cientista da Universidade da Califórnia visita 1º Banco de Colágeno no Brasil

Fonte Andrea Feliconio 08/03/2013 às 16h

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, Dr. Alysson Muotri, pesquisador da Universidade de San Diego, Califórnia, assessor e consultor científico da TechLife ( e CorCell), estará no Brasil nesta sexta-feira (08/3) para debater, junto com a equipe de pesquisadores da empresa, as novas pesquisas em terapia celular e dar início as atividades do inédito Banco de Fibroblasto do País.

Ao lado dr. Adelson Alves, fundador da Tech Life, os dois cientistas farão um intercâmbio especial sobre a eficácia do fibroblasto em mulheres com idades mais avançadas e os benefícios das células-tronco mesenquimais provenientes de tecido adiposo.

“Um encontro que deverá ser memorável em relação às tecnologias neste segmento da saúde. Nossa meta é trocar as experiências mais avançadas do mundo, como preenchimento de gorduras para reparação de acidentes ou estética e tratamentos para vitiligo, tudo em prol da sociedade brasileira”, explica dr. Adelson.


Como nasceu a Tech Life?
O hematologista dr. Adelson Alves, fundador também da CordCell, Centro de Terapia Celular (compondo grupo há 40 anos no segmento de saúde), continuamente buscando soluções, por meio de novas tecnologias para atender as demandas da medicina regenerativa, inaugurou em meados de fevereiro o “1º BANCO DE COLÁGENO DO BRASIL”.
Trata-se da empresa Tech Life – com parceria internacional com a UCSP– Universidade da California San Diego - nasceu para atender as mais diversas áreas médicas para terapias, pesquisas e tecnologia com células em diferentes tecidos de pele, sejam fibroblastos, queratinocitos, melanocitos, adipocitos e células-tronco a favor da beleza.

Os fibroblastos referem-se às células produtoras de colágeno, que podem ser utilizadas, por exemplo, para preenchimento de rugas, marcas de acne, e correção de cicatrizes. Como se trata também de um centro de tecnologia celular, inicia também testes para preparo e utilização de Queratinocitos e Melanocitos em Vitiligo, além de armazenamento de gordura como fonte de células-tronco mesenquimais e preenchimento com gordura para seios, bumbum e marcas de expressão.

Sobre a CordCell:

Pioneira no Brasil na coleta, armazenamento e pesquisas visando o uso terapêutico das células-tronco do cordão umbilical, a CordCell está inserida em um conceituado grupo médico com 40 anos de história e que oferece assistência integral em onco-hematologia, oncologia clínica e terapia celular.
Por não terceirizar nenhuma etapa do processo, possui um completo e moderno centro tecnológico, onde são desenvolvidas técnicas de expansão das células-tronco e busca de novas aplicações. O alto investimento em tecnologia, pesquisas e capacitação profissional faz da CordCell um dos maiores pólos de biotecnologia do mundo e o único centro de terapia celular completo e qualificado do país. www.cordcell.com.br.

Andrea Feliconio
Fonte Andrea Feliconio 08/03/2013 ás 16h

Compartilhe

Cientista da Universidade da Califórnia visita 1º Banco de Colágeno no Brasil