Ciência sem Fronteiras integra acordos assinados com Nova Zelândia

Fonte Ascom do MCTI* 12/03/2013 às 8h
O convênio de oito universidades neozelandesas com o programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) constitui um dos acordos assinados na visita oficial do primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, à presidenta Dilma Rousseff nesta segunda-feira (11).

 

O acordo de cooperação no âmbito do CsF tem por objeto propiciar a atuação conjunta do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) e da Universidades NZ (Universities New Zealand), que representa as oito instituições de ensino. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, e o presidente do CNPq, Glaucius Oliva, participaram da cerimônia no Palácio do Planalto.

Um plano de trabalho definirá as atividades a desenvolver e as obrigações das partes. O instrumento de cooperação vai vigorar por prazo indeterminado.

Também foram assinados tratados nas áreas de esporte, com a o apoio dos neozelandeses à preparação dos times brasileiros de rúgbi para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro; e de aviação civil, com o intuito de melhorar e aumentar as conexões aéreas entre os dois países.

“Os vínculos entre os nossos dois países têm se fortalecido de forma consistente. Hoje, nós identificamos oportunidades de uma cooperação mais estreita ainda”, disse a presidenta. “A Nova Zelândia é parceira bem-vinda no processo de desenvolvimento do Brasil. Nós, hoje, estamos modernizando nossa infraestrutura, investindo na logística e na energia em nosso país e nos preparando para os grandes eventos. Por isso, muitas são as oportunidades que se abrem para intensificar e diversificar o fluxo bilateral de comércio e investimento.”

Acesse os atos assinados no encontro em Brasília.

 

*Com informações do Blog do Planalto

Ascom do MCTI*
Fonte Ascom do MCTI* 12/03/2013 ás 8h

Compartilhe

Ciência sem Fronteiras integra acordos assinados com Nova Zelândia