Cidade pré-olímpica, Brasília tem energia e aeroporto avaliados

Fonte Agência Brasil 03/04/2013 às 21h

 

Brasília - O presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), autarquia que coordena os preparativos para as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, Márcio Fortes, considera que Brasília está bem preparada no setor de energia elétrica para ser uma das quatro capitais onde serão disputadas as eliminatórias de futebol feminino e masculino do evento, conforme as informações que recebeu hoje (3) em reunião com representantes do governo local.

“Brasília está bem servida pelo Sistema Nacional Interligado Nacional, controlado pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) e terá o reforço das usinas Corumbá 3 e 4 a partir de julho, segundo fomos informados pelos representantes da Companhia Energética de Brasília [CEB] nesta reunião”, disse Márcio Fortes após a conversa no Palácio do Buriti.

Outro ponto que motivou a vinda do presidente da APO à cidade é avaliar os preparativos do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek para receber as delegações que virão para disputar os jogos de futebol ou para treinamentos antes do início das Olimpíadas. A reunião com o Consórcio Inframérica, que administra o Aeroporto, será amanhã à tarde, depois do encontro que Fortes terá com o governador Agnelo Queiroz no Palácio do Buriti, às 11h.

Com a mesma finalidade da visita a Brasília, Márcio Fortes esteve em Belo Horizonte e Salvador e irá também a São Paulo, cidades que também receberão jogos de futebol antes das Olimpíadas. O futebol é disputado fora da sede dos Jogos em sua fase preliminar, porque nenhuma competição pode ser realizada no local das Olimpíadas antes que a Pira Olímpica seja acesa e Brasília foi uma das escolhidas para esse evento prévio. Os requisitos que se aplicam ao Rio de Janeiro são os mesmos para as quatro cidades pré-olímpicas, envolvendo toda a infraestrutura necessária para os Jogos, que vai das instalações esportivas, às acomodações, transportes, acessibilidade e outros.

Constituída sob a forma de Consórcio Público pela União, o estado e o município do Rio de Janeiro, a APO é uma autarquia e tem a finalidade de coordenar a participação dos três entes federativos na preparação e realização das Olimpíadas de 2016, especialmente para assegurar o cumprimento das obrigações assumidas por eles com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Paralímpico Internacional, que também terá como sede dos seus Jogos o Rio em 2016.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 03/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Cidade pré-olímpica, Brasília tem energia e aeroporto avaliados