Cia Stromboli põe marionetes em cena na Funarte SP

Fonte FUNARTE 19/05/2013 às 18h

Cia Stromboli põe marionetes em cena na Funarte SP

Projeto Antígona abre no sábado, 18 de maio, temporada gratuita da peça infantil “O Casamento da Baratinha”

A história da baratinha que quer achar o marido perfeito em meio a toda a diversidade do mundo animal chega sábado, dia 18 de maio de 2013, à Funarte São Paulo, na versão com marionetes da Cia Stromboli. Consagrada por 12 anos de exibições para mais de 200 mil espectadores, a peça tem texto e direção de José Rubens Siqueira e aborda a questão da identidade, do encontro consigo mesmo e do respeito ao outro.

O Casamento da Baratinhaé particularmente dirigido a crianças que ingressaram na vida escolar, estão começando “a conhecer outras crianças e o mundo fora da casa dos pais, e aprendem que nem sempre o outro combinará com ela e que essas diferenças não devem ser discriminadas”, diz João Grembecki, idealizador do espetáculo. Mas os pequenos, conta ele, também costumam se encantar com as marionetes coloridas, as músicas cantadas ao vivo e o cenário feito de jornal, sacos de lixo e papelão. E, “muitas vezes, os pais chegam a se emocionar mais do que as crianças”, afirma. Por tratar da questão do casamento, da parceria, o espetáculo comove, segundo ele, também os adultos.

A temporada é gratuita e prossegue até 9 de junho, pelo projeto Antígona – repercussão social de uma trajetória artística, contemplado pelo edital de ocupação da Sala Carlos Miranda do Complexo Cultural Funarte São Paulo para o ano de 2013. Elaborado pela Cia Stromboli, em parceria com o grupo Teatro Cru, o Antígona volta-se à formação de público para o teatro e à reflexão sobre os processos de maturidade e desenvolvimento social por meio da arte.

O projeto apresentará espetáculos voltados a diversas faixas etárias e fases da vida – desde os infantis até peças adultas, passando pelo infanto-juvenil – como O Casamento da Baratinha (público de 5 a 6 anos), Sherazade (público de 7 a 10 anos) e A Bela e a Fera (público jovem), além de espetáculos infantis de companhias convidadas como Astoria Artistic Ensemble (Mexico), Cia Arte Tangível (São Paulo), e Grupo Caleidoscópoio (São Paulo), entre outras. A proposta é, por meio destas apresentações, de workshops, mesas redondas e de aulas abertas sobre teatro, educação, cinema e cultura, discutir a formação do indivíduo como cidadão responsável e socialmente consciente de seu lugar social.

Sobre a Cia. Stromboli – A Cia. Stromboli foi criada em 1996, para estudo e desenvolvimento do teatro de animação. Seu primeiro projeto envolveu a criação de figuras planas articuladas. Depois de um longo período de estudo com marionetes, bonecos manipulados por fios, criou a peça Vida de Cachorro, que ainda hoje participa do circuito cultural brasileiro. Com o surgimento de novas propostas de trabalho, a partir de 1998, houve uma grande diversificação de técnicas: bonecos de vara, sombra, luva, mamulengos, ventríloquos, fantoches, figuras gigantes e máscaras, passaram a ser desenvolvidos. O passo seguinte foi a mistura dessas diferentes técnicas para a criação de outras, como a “varionete” – marionetes com varas, que permitiram a precisão em movimentos impossíveis com o uso de fios apenas. Com o curta Tyger, a Cia. ganhou o prêmio especial de melhor filme da direção do 14º Amina Mundi 2006 e de melhor animação brasileira pelo júri popular, primeiro filme brasileiro convidado a participar do Festival Internacional de Animação de Ottawa, Prêmio de melhor vídeo no II Festival Latino Americano de Curta-Metragens de Canoa Quebrada 2006.

Projeto Antígona – repercussão social de uma trajetória artística
Contemplado pelo edital de ocupação da Sala Carlos Miranda do Complexo Cultural Funarte São Paulo. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP. Tel (11) 3662-5177

Espetáculo infantil: O Casamento da Baratinha
De 18 de maio a 9 de junho ! Sábados e domingos, às 15h

Dia 26 de maio não haverá apresentação

Direção e texto: José Rubens Siqueira | Bonecos: Cia. Stromboli da Cooperativa Paulista de Teatro | Música original: Fernando Mastrocolla e João Grembecki | Iluminação: Cia Stromboli | Músicos da trilha: João Grembecki (bateria/baixo/guitarra), Fernando Mastrocolla (violão e viola caipira) | Elenco: Caru Lima, Paulo Carvalho e João Grembecki | Operador de luz e som: Joy Papi | Cenário e figurino: José Rubens Siqueira | Programação visual: João Grembecki | Produção executiva: Cia. Stromboli e grupo CRU.
Recomendação etária: livre | Duração: 45min

Entrada Franca. Bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

FUNARTE
Fonte FUNARTE 19/05/2013 ás 18h

Compartilhe

Cia Stromboli põe marionetes em cena na Funarte SP