Chuvas devem fazer número de desabrigados em Cuba passar de 10 mil

Fonte Ansa flash 26/05/2012 às 12h
As fortes chuvas que afetam a região central de Cuba, que deixaram dois desaparecidos e mais de nove mil desabrigados, devem manter a intensidade ao longo do dia, informou a Defesa Civil.

De acordo com o órgão, o estado de Sancti Spiritus, a cerca de 400 quilômetros de Havana, é o mais afetado pelo fenômeno que dá início em Cuba à época de chuvas.

A represa Zaza, localizada nessa região, registra "um processo de cheia sem precedentes em sua história de quatro décadas. A represa recebeu mais de 800 milhões de metros cúbicos de água em pouco mais de 48 horas", informou a Defesa Civil.

Os serviços de meteorologia nacional disseram que o "comportamento" das precipitações é "atípico" e devem continuar em todo o país nas próximas horas.

Em decorrência das chuvas, foram registrados desabamentos totais e parciais de casas, interrupção no fornecimento de energia elétrica, suspensão do abastecimento de água potável e prejuízos em diversas plantações.

Cuba tem sofrido com a mesma intensidade com secas, chuvas e furacões, situações que alguns especialistas atribuem à mudança climática.
 
Ansa flash
Fonte Ansa flash 26/05/2012 ás 12h

Compartilhe

Chuvas devem fazer número de desabrigados em Cuba passar de 10 mil