Chuvas deixam Salvador com 540 áreas de risco

Fonte Agência Brasil 21/05/2012 às 22h
A Defesa Civil de Salvador registrou hoje (21) mais de 360 solicitações de emergência devido às chuvas intensas na região. O número de hoje é três vezes maior de que o número de solicitações de ontem (20), que chegou a 99. Até o momento, foram 173 deslizamentos de terra e 40 alagamentos de área. Atualmente, a capital baiana possui 540 áreas de risco.


As chuvas intensas acontecem desde a última quinta-feira (17). Duas crianças ficaram feridas após parte de um imóvel desabar ontem (20), no bairro de Saramandaia, e o número de pessoas desalojadas ou desabrigadas é 16. Segundo o subsecretário de Defesa Civil de Salvador, Osny Bonfim, a situação está sob controle e todo tipo de socorro e assistência necessários são oferecidos à população neste momento.


“Já estávamos preparados para o período de chuvas neste mês de maio, mas não esperávamos um volume grande em tão pouco tempo”, disse o subsecretário. De acordo com Bonfim, das 9 horas da manhã de ontem até às 9 horas da manhã de hoje, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou volume pluviométrico de 186,4 mm, mais de 50% da chuva esperada para o mês de maio. O volume pluviométrico hoje chegou a 302,9 mm.


Até o momento, a Defesa Civil de Salvador distribuiu 6.492 metros quadrados de lonas, que beneficiarão pelo menos 79 famílias. Segundo dados da Defesa Civil de Salvador, o número de desabamentos de terra nesta segunda-feira (21) foi 160, de desabamentos de imóveis, cinco e de deslizamento, 25. Além disso, o número de ameaça de desabamento de muro foi sete e o de desabamentos de muro foi oito.


Segundo o subsecretário da Defesa Civil, Osny Bonfim, a previsão é de que as chuvas diminuam depois de quarta-feira (23). A Defesa Civil realiza vistorias e avaliações nos locais onde as solicitações de emergência foram maiores. Além da distribuições de lonas, vários canais foram desentupidos. Até o momento, a Avenida J.J. Seabra (Baixa dos Sapateiros) está interditada devido à queda de um imóvel.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 21/05/2012 ás 22h

Compartilhe

Chuvas deixam Salvador com 540 áreas de risco