China quer criar empregos, garantir bem-estar social e crescer 7,5% em 2013

Fonte Agência Brasil* 05/03/2013 às 8h

Brasília – O governo chinês fixou como metas para 2013 a criação de mais empregos, a manutenção do crescimento econômico estável e a implementação de medidas anticorrupção, além da busca por bem-estar social. Em discurso na abertura da sessão anual da Assembleia Nacional Popular (Parlamento), o primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, disse que essas serão as prioridades.

Em 2012, o Produto Interno Bruto (PIB) chinês cresceu 7,8% - 0,3 ponto percentual acima da meta indicada pelo governo. Para este ano, a perspectiva de crescimento é 7,5%. "A economia chinesa está estável e cheia de vitalidade", disse Wen Jiabao.

Ele discursou para cerca de 3 mil delegados do Partido Comunista da China, que representam várias regiões do país e participam da sessão parlamentar anual. O investimento não financeiro da China no exterior deverá crescer 15% em 2013, para US$ 88,7 bilhões, segundo o Plano de Desenvolvimento Econômico-Social.

Em relação aos investimentos no exterior, o plano chinês prevê aumento de 1,2%, em 2013, para US$ 113 bilhões, contrariando a queda de 3,7% registrada em 2012. A China é a segunda economia do mundo, depois dos Estados Unidos.

O novo líder do Partido Comunista da China, Xi Jinping, reiterou as afirmações de Jiabao. Segundo Jinping, elevar os padrões de vida e combater a corrupção devem ser as medidas prioritárias para este ano no país.

*Com informações da BBC Brasil e da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 05/03/2013 ás 8h

Compartilhe

China quer criar empregos, garantir bem-estar social e crescer 7,5% em 2013