Catadores do aterro de Jardim Gramacho esperam recebimento de indenizações

Fonte Agência Brasil 29/05/2012 às 21h
 Faltando dois dias para o fechamento do Aterro Sanitário de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, os 1.603 catadores que serão contemplados pelo Fundo de Participação dos Catadores de Gramacho aguardam pelo benefício que será pago pela prefeitura do Rio em cota única até a próxima sexta-feira (1º). O valor total das indenizações chega a R$ 23 milhões.

De acordo com a diretora financeira da Associação de Catadores de Gramacho, Glória Cristina dos Santos, ao todo já foram abertas 1.480 contas na Caixa Econômica Federal, responsável pelo repasse das indenizações. “A partir do dia 31 vai começar a distribuição dos cartões e suas senhas. Agora a gente está na expectativa de que tudo isso se concretize de fato, principalmente para as cooperativas de catadores que pretendem se manter como catadores”, disse, acrescentando que os demais catadores ainda estão realizando abertura de contas.

Glória Cristina disse que serão construídos mais quatro galpões na região, que beneficiarão cerca de 500 trabalhadores que pretendem se manter no mercado de reciclagem. “Esses galpões vão ser equipados com esteiras mecânicas, prensas, caminhões e moinhos”, garantiu.

Ela explicou que a seleção dos catadores se deu a partir de um cadastro realizado no ano de 1996, sendo atualizado em 2011, pela empresa Nova Gramacho, contabilizando cerca de 1.200 catadores. Glória Cristina disse que um terceiro cadastro foi feito recentemente pelo conselho de catadores.

Cada trabalhador receberá, em cota única, R$ 14.864,55, pagos pela prefeitura do Rio, que será reembolsada pela empresa Novo Gramacho Energia Ambiental S.A, o que está previsto no contrato de concessão da empresa para explorar o gás metano produzido no aterro. O reembolso será feito em 15 parcelas anuais.

Após 35 anos de atividade, o aterro de Gramacho será fechado definitivamente na próxima sexta-feira (1º). Ele é considerado o maior da América Latina e se estende por uma área de 1,3 milhão de metros quadrados, à margem da Baía de Guanabara.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Catadores do aterro de Jardim Gramacho esperam recebimento de indenizações