Carne de porco brasileira avança nos mercados argentino e chinês

Fonte Agência Brasil 22/05/2012 às 17h
A Argentina voltou a permitir a importação de carne suína brasileira. Também a partir de hoje (22), a China liberou a entrada de carne de porco sem osso de mais um frigorífico, localizado na cidade mineira de Uberlândia. O fim do embargo argentino à carne suína brasileira foi anunciado pelo Ministério da Agricultura, após reunião com o embaixador do país vizinho no Brasil, Luis Maria Kreckler.

O caso foi discutido na reunião ocorrida na semana passada entre os ministros da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho; das Relações Exteriores, Antonio Patriota; e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, com o ministro das Relações Exteriores argentino, Héctor Marcos Timerman e o secretário do Comércio Interior da Argentina, Guillermo Moreno.

No caso da liberação chinesa, o frigorífico de Uberlândia é o quarto a receber a autorização. Os demais estão localizados em Goiás (1) e Santa Catarina (2).

De acordo com o Ministério da Agricultura, o Brasil continua em negociação para ampliar a lista, com a inclusão de mais 14 frigoríficos. Tudo depende, ainda, de alguns trâmites burocráticos que precisam ser vencidos pelo serviço de inspeção veterinária chinesa. A expectativa é que o processo seja concluído até junho.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 22/05/2012 ás 17h

Compartilhe

Carne de porco brasileira avança nos mercados argentino e chinês