Caras do Brasil entra no e-commerce

Fonte Empório Comunicação 16/03/2013 às 10h

Produtos do programa de comércio ético e solidário, passam a ser vendidos com exclusividade no Pão de Açúcar Delivery

Os produtos Caras do Brasil já podem ser adquiridos sem sair de casa por meio do Pão de Açúcar Delivery (www.paodeacucar.com.br). Inicialmente 20 itens estão disponíveis no e-commerce, mas a expectativa é aumentar gradativamente o sortimento, uma vez que o programa respeita a capacidade produtiva de cada organização fornecedora, oferecendo condições comerciais especiais e estimulando a diversificação de seus canais de venda, dentro dos princípios do comércio ético e solidário. Foram realizados estudos específicos com cada fornecedor para ajudá-los a atender a demanda logística que uma compra virtual exige. Aos poucos novos itens passarão a ser incorporados ao ambiente virtual. Assim, o Caras do Brasil mantém seu foco em proporcionar uma rica experiência em termos de desenvolvimento pessoal, organizacional e social.

Essa evolução do programa faz parte de um plano de negócios que o Grupo Pão de Açúcar desenvolveu para que os produtos Caras do Brasil estejam à venda em todos os formatos da companhia, até 2015. “O que queremos é que esses fornecedores se tornem aptos para trabalhar com todos os demais concorrentes. Um dos aspectos mais relevantes desta ação é que comunidades com capacidade produtiva e mercadorias de grande valor comercial tornaram-se, de fato, auto-suficientes e, com isso, passaram a ter produtos mercadologicamente viáveis, capazes de atender mercados distantes e exigentes, incluindo a possibilidade de exportação. Em outras palavras, a comercialização deixou de ser o tradicional gargalo para transformar-se no desenvolvimento sustentável destas comunidades”, detalha Daryalva Bacellar, gerente de responsabilidade social do GPA.

Para melhor atender os fornecedores nesse novo canal de vendas, a logística e Centros de Distribuição (CDs) do Grupo Pão de Açúcar foram reestruturados para a realidade do parceiro Caras do Brasil. Para isso, o Grupo promoveu mudanças no recebimento, armazenamento e logística de mercadorias. O produto do programa pode chegar ao CD em caixas reaproveitadas, não-paletizados, e entregue por distribuidoras. A companhia aceita essas remessas considerando as necessidades e recursos desses fornecedores. Outro ponto importante diz respeito ao volume, em que a capacidade produtiva dos fornecedores é respeitada. “Em muitos casos, a demanda do e-commerce será maior que a capacidade de produção, mas nem por isto deixaremos de comprar: ao contrário, nestes casos serão realizadas parcerias e orientações para o crescimento do fornecedor, caso ele queira”, informa a coordenadora do programa, Patricia Santana.

Entre os produtos Caras do Brasil comercializados no Pão de Açúcar Delivery, destaque para geleias, castanhas, bananada e mel. Há também opções como descansos de panela, pano de prato, bucha vegetal, xale de algodão, jogo americano e moringas. Um diferencial do site é quanto a entrega, que pode ser feita em casa ou retirada em loja física. No primeiro caso, o cliente escolhe entre Tradicional (as compras são entregues em até 24 horas na Grande São Paulo no local escolhido pelo cliente) ou Delivery Express (em que a entrega é realizada em até 4 horas após a finalização da compra na quantidade máxima de 60 itens por compra - essa opção é valida apenas para alguns CEPs). Os clientes ainda possuem a opção de fazer a compra pelo site e retirá-la com toda a comodidade na loja Pão de Açúcar Washington Luis no projeto inovador ‘drive thru’. Até o final do ano, outras lojas participarão da iniciativa.

SOBRE O CARAS DO BRASIL

O que começou em 2002, com a entrada da Adere – Associação para Desenvolvimento, Educação e Recuperação do Excepcional - comercializando artesanato, hoje conta com mais de 170 itens de 64 associações, artesãos, cooperativas e micro empresa em todo o Brasil. A expansão nas lojas também foi gradativa: em 2002 eram apenas cinco lojas Pão de Açúcar e hoje já passam de 84 unidades.

Entre os principais produtos comercializados pelo programa estão: panos de prato, mel, jogos americanos, doces e geléias, peças de decoração, têxteis, utensílios domésticos e velas aromáticas que utilizam matéria-prima tipicamente brasileira.

“Para esses artesãos tão especiais, ver seus trabalhos em pontos de venda tão conceituados como as lojas do Pão de Açúcar é motivo de muito orgulho e contribui para a construção de sua auto-estima.”, conta Soeni Domingos Sandreschi, coordenadora Institucional da Adere, entidade parceira número 1 do Caras do Brasil, que atende 84 pessoas portadoras de deficiência intelectual que, por meio do trabalho artesanal, desenvolvem suas potencialidades.

Com o aumento de fornecedores e de lojas, economicamente, o programa também evoluiu. Desde o primeiro ano de criação, as vendas de produtos com a marca Caras do Brasil cresceram mais de 1500%. “O programa é fruto da conexão entre ética e técnica, resultado de uma escolha e de uma atitude orientada por conhecimento e busca de resultados concretos. Para o Caras do Brasil, o produto sustentável é aquele que traz valores socioambientais agregados, ou seja, que contribui para conservar o meio ambiente, que promove a geração de renda e que tem como resultado a inclusão social”, afirma a gerente de responsabilidade social do Grupo Pão de Açúcar, Daryalva Bacellar.

Do ponto de vista cultural, o resultado é o estímulo à preservação de atividades típicas e tradicionais dos Estados brasileiros. Com o apoio recebido das ONGs, governo e empresas, as atividades passam a ser cada vez mais profissionais e já começam a estimular o trabalho nas suas origens. A produção sustentável prevê que as gerações futuras tenham direito à mesma disponibilidade de recursos naturais que as oferecidas hoje. Daí a grande preocupação com a sustentabilidade ambiental dos projetos.

Empório Comunicação
Fonte Empório Comunicação 16/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Caras do Brasil entra no e-commerce