CAR em São Félix do Xingu

Fonte Ascom - MMA 17/05/2013 às 9h

Município com o maior rebanho bovino do país amplia cadastramento tural
Produtores rurais do município paraense de São Félix do Xingu (localizado A 1050 km de Belém) receberam, nesta quinta-feira (16/05), o Cadastro Ambiental Rural (CAR) de 300 imóveis rurais da região. A ação faz parte do Pacto para Redução do Desmatamento em São Félix do Xingu, desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), com o objetivo de reduzir o desmatamento e incentivar boas práticas agropecuárias no município, que conta com o maior rebanho bovino do país e também faz parte da lista dos que mais desmatam.

“Com essas entregas de hoje, ao todo o MMA, por meio o Pacto Municipal para Redução do Desmatamento, já cadastrou 1.600 imóveis rurais de São Félix do Xingu”, explica a gerente de Projetos da Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável e coordenadora nacional do projeto, Nazaré Soares. O número representa 60% da meta estabelecida - cadastrar 2.700 imóveis até setembro de 2013.

A gerente acrescenta, ainda, que o CAR é o passo inicial e indispensável para o processo de regularização ambiental de imóveis rurais, estabelecido pelo novo Código Florestal. Dessa forma, quando o cadastro for lançado em âmbito nacional, o que deve ocorrer até o início de junho, esses registros já efetuados serão incluídos automaticamente no Banco de Dados do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SiCAR) do Estado do Pará. O CAR é uma ferramenta do Ministério do Meio Ambiente de cadastro de imóveis rurais, que busca promover a regularização ambiental e recuperação de áreas degradadas.

DIAGNÓSTICO

Participaram da entrega do CAR em São Félix do Xingu representantes do MMA, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Prefeitura de Félix do Xingu e Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). Durante o evento, além da dos comprovantes inseridos no sistema estadual, o Ministério do Meio Ambiente também entregou um diagnóstico ambiental dos imóveis rurais da região. O estudo foi elaborado para que o produtor tenha um maior detalhamento do imóvel rural. “Será um documento auxiliar para propriedades que necessitem recuperar áreas degradadas em um processo posterior a execução ao CAR”, diz Nazaré Soares.

Ascom - MMA
Fonte Ascom - MMA 17/05/2013 ás 9h

Compartilhe

CAR em São Félix do Xingu