Capriles acusa Cuba de não permitir auditoria em eleições venezuelanas

Fonte Ansa flash 29/04/2013 às 19h

O opositor também pediu ao presidente do Equador, Rafael Correa, que não se “meta” nos assuntos internos da Venezuela

CARACAS, 29 ABR (ANSA) – O opositor venezuelano Henrique Capriles disse que o governo cubano sugeriu que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, não autorize uma auditoria no resultado das eleições do dia 14 de abril.

“O que está claro é que disseram ao maior protegido [Nicolás Maduro] que jamais permita a auditoria! Que os cadernos de cotação são sua sentença”, escreveu Capriles em sua página no Twitter.

Capriles, que foi derrotado nas eleições e atualmente é governador do estado de Miranda, criticou a primeira viagem de Maduro a Cuba e questionou “quais teriam sido as ordens" dadas a ele pelo governo cubano.

O opositor também pediu ao presidente do Equador, Rafael Correa, que não se “meta” nos assuntos internos da Venezuela. “Senhor presidente do Equador, não se meta nos assuntos internos da nossa Venezuela! A Venezuela se respeita”, afirmou ele.

Recentemente, Correa chamou Capriles de “golpista” durante uma entrevista transmitida pela CNN.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 29/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Capriles acusa Cuba de não permitir auditoria em eleições venezuelanas