Cabos subaquáticos levam energia elétrica a comunidades isoladas

Fonte Assessoria de Comunicação da Eletrobras* 23/03/2013 às 10h

 

Levar eletricidade a comunidades isoladas do Estado do Amazonas é um dos maiores desafios do Programa Nacional de Universalização do Acesso e Uso da Energia Elétrica, o Luz para Todos, do governo federal. Para atender às metas do programa e possibilitar a construção de redes elétricas em regiões de difícil acesso da Floresta Amazônica, a Eletrobras Amazonas Energia adota a tecnologia de cabos subaquáticos.

Os cabos subaquáticos possuem, em média, sete centímetros de diâmetro e são utilizados em travessias de rios e lagos, inclusive em áreas de intensa navegação, permitindo que a energia elétrica chegue até locais de difícil acesso para a rede de distribuição aérea. “Antes, isso era praticamente impossível, devido aos altos custos dos investimentos em estruturas para a transposição dos rios”, explica o gerente do Programa Luz para Todos na Eletrobras Amazonas Energia, Rogério Ronconi.

O coordenador geral do Programa Luz para Todos nas empresas de distribuição da Eletrobras, Ricardo Valadares, destaca que o principal objetivo dessa tecnologia é conectar comunidades isoladas ao Sistema Interligado Nacional (SIN). “Com o uso de cabos subaquáticos monofásicos e trifásicos é possível realizar a transposição de grandes distâncias, de até 5 mil metros, em rios, lagos ou regiões alagadiças onde a instalação de postes ou torres de transmissão é inviável técnica ou economicamente”, diz Valadares.

O Luz para Todos já lançou um total de 54.593 metros de cabos subaquáticos no Amazonas, com investimentos de R$ 25 milhões realizados pelo governo federal. Até dezembro do ano passado, foram lançados 40.624 metros de cabos em 44 travessias em rios e lagos no estado, atendendo a 18 municípios. Cerca de 6.400 domicílios – o equivalente a 30 mil pessoas – foram beneficiados com a chegada da energia elétrica.

Em janeiro e fevereiro deste ano, o Luz para Todos realizou 12 travessias em sete municípios do Amazonas, com 13.969 metros de cabos, beneficiando 2.200 domicílios. A previsão da Eletrobras Amazonas Energia para 2013 é de lançar mais 13 mil metros de cabos subaquáticos na região, passando por seis municípios para atender a 1.700 domicílios, com investimentos de R$ 7,6 milhões.

Maior travessia

A maior travessia realizada pelo Luz para Todos no Amazonas foi a do rio Andirá, localizado no município de Barreirinha, a 252 quilômetros de Manaus. Foram utilizados 4.530 metros de cabo subaquático para atender à comunidade Freguesia do Andirá.

Para fazer o lançamento de um cabo subaquático, a Eletrobras Amazonas Energia mobiliza equipes técnicas, a Marinha do Brasil e profissionais habilitados que conhecem as peculiaridades das correntezas dos rios, além de contar com o apoio da população ribeirinha. “Estamos sempre buscando soluções inovadoras para vencer as adversidades da região Amazônica e levar energia elétrica para todo o estado”, afirma Thenyson Dewey Moreira, coordenador de Engenharia e Projetos do Programa Luz para Todos na Eletrobras Amazonas Energia.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Eletrobras Amazonas Energia

Assessoria de Comunicação da Eletrobras*
Fonte Assessoria de Comunicação da Eletrobras* 23/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Cabos subaquáticos levam energia elétrica a comunidades isoladas