Buffon dá "boas-vindas" a Amauri na seleção italiana

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O atacante brasileiro Amauri, da Juventus, ainda não possui a dupla cidadania, nem tem garantias de que será convocado para a seleção italiana, mas já recebeu as boas-vindas do goleiro Buffon, que joga com ele na equipe de Turim.

Resta ainda um mês para que Amauri finalmente obtenha a cidadania italiana, o que lhe permitiria defender a Azzurra, mas ele já é considerado por Buffon a possível solução para a falta de gols do time comandado pelo técnico Marcello Lippi.

"Se [Amauri] for convocado, vamos acolhê-lo com entusiasmo, e estamos certos de que fará o melhor pela Itália. O importante é que se faça uma escolha serena, sem que nada o force", disse o goleiro.

O arqueiro admitiu que é um dos principais entusiastas da ideia de ter Amauri no elenco da seleção. Ele afirma que já fez até campanha "junto aos jornalistas" para que o brasileiro aceite defender as cores do país, caso seja chamado por Lippi.

"Sei muito bem o que Amauri pode trazer à Itália, apesar de eu não ter certeza de que ele jogará em nossa seleção", ponderou Buffon.

O atleta também se referiu à resistência de alguns jogadores, como o volante Gattuso, ante a possível presença de um estrangeiro na equipe.

"Também levo muito em conta meus companheiros, em especial [os atacantes] Alberto Gilardino e Luca Toni, com quem [Amauri] disputaria um lugar", disse.

A seleção italiana tem sofrido forte pressão para se renovar, principalmente após o fracasso na Copa das Confederações, na África do Sul, quando foi eliminada ainda na fase de grupos.

O último amistoso, disputado nesta semana contra a Suíça e que terminou em 0 a 0, evidenciou ainda mais a dificuldade de Lippi em encontrar uma solução para o setor ofensivo.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Buffon dá "boas-vindas" a Amauri na seleção italiana