Brics manifesta preocupação com situação na Síria e risco de ação militar no Irã

Fonte Agência Lusa 27/03/2013 às 18h


Brasília - O bloco do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) manifestou hoje (27) preocupação com a deterioração da situação militar e humanitária na Síria e com os riscos de uma escalada militar no Irã.

"Manifestamos profunda inquietação face à deterioração da situação de segurança e humanitária na Síria e condenamos o aumento das violações dos direitos humanos e das leis humanitárias internacionais, na altura em que a violência continua", disseram os líderes dos cinco países no comunicado final da cúpula de Durban, na África do Sul.

"Apelamos a todas as partes para garantirem a segurança dos que trabalham para agências humanitárias", diz o texto, que reafirma a oposição à crescente militarização do conflito.

Os países emergentes expressaram também preocupação com o risco de uma escalada militar no Irã, acusado por países ocidentais e por Israel de estar desenvolvendo armas nucleares.

"Cremos que não há alternativa a uma solução negociada para o problema do nuclear no Irã. [...] Estamos preocupados com os riscos de uma ação militar e com sanções unilaterais", escreveram os líderes no comunicado.

"Reconhecemos o direito do Irã a utilizar energia nuclear com fins pacíficos, no quadro das suas obrigações internacionais, e apoiamos a resolução dos problemas por vias políticas e diplomáticas, pelo diálogo", disseram o Brics.

Agência Lusa
Fonte Agência Lusa 27/03/2013 ás 18h

Compartilhe

Brics manifesta preocupação com situação na Síria e risco de ação militar no Irã