Brasileiros que querem tentar a sorte no exterior ganham cartilha com recomendações

Fonte Agência Brasil 29/05/2012 às 9h
Na tentativa de evitar que profissionais brasileiros, principalmente jogadores de futebol, dançarinos, professores de capoeira, churrasqueiros, modelos e manequins, que saem do país em busca de oportunidades reúnam experiências desagradáveis, foi elaborada a cartilha Orientações para o Trabalho no Exterior. O objetivo é alertar os brasileiros sobre os riscos de tentar a sorte em outros países e as precauções que devem tomar.

O Ministério das Relações Exteriores lança hoje (29) o documento que esclarece dúvidas e faz recomendações. A cartilha integra um conjunto de ações de governo de combate ao tráfico internacional de pessoas e de proteção do cidadão brasileiro no exterior.

Na relação de orientações há desde a exigência, por parte dos trabalhadores brasileiros, de que os contratos sejam escritos também em português, como sugestões sobre ter o mínimo de conhecimento de inglês e verificar detalhes relativos ao alojamento, à forma de pagamento e aos direitos.

O documento adverte ainda que há ameaças entre os chamados intermediadores – pessoas que negociam no Brasil em nome das autoridades estrangeiras -, pois há inúmeros casos de profissionais que pagam a essas pessoas e depois são abandonados à própria sorte. Há relatos de episódios na Tailândia, por exemplo.

Na cartilha, há recomendações claras para que os brasileiros que se sintam discriminados ou prejudicados no exterior procurem os consulados e embaixadas. De acordo com o documento, as representações diplomáticas procurarão ajudar, dando condições para contatos com os parentes no Brasil e apoio na Justiça, se necessário.

O documento elaborado pelo Itamaraty tem 35 páginas e as ilustrações foram feitas por crianças. Nelas há jogadores de futebol com a camisa da seleção do Brasil, dançarinas e modelos. Na última parte da cartilha há um glossário e um item sobre contatos úteis.

Na relação dos contatos estão o e-mail (dac@itamaraty.gov.br) do departamento responsável pela prestação de informações para brasileiros no exterior e o endereço da homepage com os dados.

No fim da tarde de hoje, o subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, Eduardo Ricardo Gradilone Neto, e a chefe do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior, Luiza Ribeiro Lopes da Silva, concederão entrevista sobre a cartilha e os riscos da emigração.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/05/2012 ás 9h

Compartilhe

Brasileiros que querem tentar a sorte no exterior ganham cartilha com recomendações