Brasil vai enfrentar crise gerando emprego e investindo em infraestrutura, diz Dilma

Fonte Agência Brasil 21/05/2012 às 18h
Em cerimônia de assinatura da ordem de serviço das obras de construção de uma ponte na BR-101, em Santa Catarina, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (21) que, em passado recente, diante da crise financeira internacional, quando o mundo lá fora “espirrava”, o Brasil pegava uma “pneumonia”. Hoje, no entanto, o país construiu uma estabilidade financeira que o fortaleceu para enfrentar momentos de crise como a que vivem os Estados Unidos e países da Europa.

“Desde o processo de abertura democrática deste país, viemos construindo nossa estabilidade. Nos últimos anos, a partir do governo Lula, tivemos o cuidado de criar um conjunto de armas contra a crise externa. No passado, o mundo espirrava lá fora e pegávamos uma pneumonia. Hoje, não pegamos pneumonia, estamos muito mais fortes”, disse na cerimônia, em Laguna (SC).

Dilma observou que há um problema sério no sistema bancário europeu e que a situação na Europa tem se “deteriorado bastante” nas últimas semanas. Ela tem respondido, aos que lhe perguntam como fica o Brasil diante do atual cenário, que o país está preparado. “Me perguntaram outro dia se estávamos preparados para enfrentar o que acontece na Europa e digo que estamos 100% preparados, 200% preparados e vamos resistir à crise criando emprego, investindo em infraestrutura e nas atividades sociais para que sejamos um país que, ao mesmo tempo que cresce, distribui sua riqueza”.

Em seu discurso, a presidenta lembrou que o Brasil tem US$ 370 bilhões de reservas e observou que isso é uma proteção para o que quer que aconteça no sistema financeiro internacional.

A ordem de serviços assinada nesta segunda é para a construção de ponte sobre a Lagoa do Imaruí, na BR-101. A ponte terá 2,8 quilômetros de extensão. De acordo com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, a previsão é que as obras estejam concluídas em 2014.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 21/05/2012 ás 18h

Compartilhe

Brasil vai enfrentar crise gerando emprego e investindo em infraestrutura, diz Dilma