Brasil se propõe a participar de negociações sobre programa nuclear iraniano, diz embaixador

Fonte Agência Brasil 29/05/2012 às 9h
O governo do Brasil está disposto a colaborar, mais uma vez, com o Irã para negociar um acordo entre o país e a comunidade internacional sobre o programa nuclear. O embaixador do Brasil no Irã, Antônio Salgado, disse que as autoridades brasileiras se dispõem a ajudar a mediar as negociações, cuja próxima etapa será em junho na Rússia.

O embaixador ressaltou que, por enquanto, não recebeu solicitação alguma para a participação do Brasil nas negociações. No próximo mês, em Moscou, as autoridades do Irã se reúnem com os representantes do grupo P5 +1 (formado pelos Estados Unidos, o Reino Unido, a França, Rússia, China e Alemanha).

Segundo o diplomata brasileiro, o processo de negociações entre o Irã e o P5 +1 é “uma boa chance de alcançar uma solução definitiva para a questão”. Paralelamente, o governo iraniano adiou a decisão de lançar o satélite de observação Fajr. A previsão do lançamento era 23 de maio. A nova data é mantida em sigilo.

O chefe da agência espacial iraniana, Hamid Fazeli, disse que até 20 de março de 2013 o Fajr pode ser lançado. Ele evitou divulgar a data precisa. O programa espacial iraniano é acompanhado atentamente pela comunidade internacional, assim como o programa nuclear desenvolvido no país.

Especialistas internacionais suspeitam que o Irã pretende desenvolver mísseis de longo alcance capazes de transportar ogivas convencionais ou nucleares. As autoridades iranianas negam essas suspeitas.

*Com informações das agências públicas de notícias de Portugal, Lusa, e do Irã, Irna

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/05/2012 ás 9h

Compartilhe

Brasil se propõe a participar de negociações sobre programa nuclear iraniano, diz embaixador