Brasil quer ampliar recepção de turista europeu

Fonte Ascom/MTur 04/04/2013 às 10h

Missão brasileira a Portugal tratou de novas rotas de chegada ao país, pacotes dirigidos a mercados estratégicos e intercâmbio de estudantes e docentes.

Lisboa (Portugal) – O Ministério do Turismo, em missão oficial a Portugal, avançou nas negociações para ampliar as conexões do Brasil com a Europa e no intercâmbio de estudantes e profissionais do setor. Com o presidente da TAP, a discussão foi sobre a proposta de a companhia aérea oferecer voos regulares do continente para os destinos de Belém (PA) e Manaus (AM). Trata-se de uma importante rota de entrada de turistas para o Norte do país, única região ainda não atendida pela empresa.

“Queremos ampliar as opções de entradas no país. A companhia faz uma importante conexão da Europa com nove destinos nacionais. O objetivo, portanto, é fortalecer as rotas existentes e criar novas alternativas para o turista estrangeiro”, afirmou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. O presidente executivo da TAP, Fernando Pinto, informou que essas propostas estão no plano estratégico da empresa e sua análise deve ser retomada no segundo semestre deste ano.

O debate com a companhia também buscou facilitar o acesso de turistas russos ao Brasil. Os russos estão no topo da lista do crescimento de desembarques no país, um salto de 41% entre 2010 e 2011, saindo de 15,8 mil para 22,3 mil. Eles também estão associados a utilização de serviços de maior qualidade no país. Gastão Vieira ainda abordou a necessária aproximação com os turistas angolanos.

PACOTES TURÍSTICOS A missão brasileira esteve nesta terça-feira (2) com o Grupo Abreu, uma importante agência de viagens sediada em Portugal. O encontro teve como meta a ampliação de ofertas de destinos brasileiros.

“Queremos atrair turistas de mercados prioritários e emergentes, como pessoas vindas do Leste Europeu e Golfo Pérsico”, afirmou Gastão Vieira. A reunião aconteceu com a presença do presidente da empresa, Artur Abreu. A ideia é montar, com apoio da Embratur e agências brasileiras de turismo, pacotes que sejam adequados ao perfil desses turistas.

INTERCÂMBIO Em reunião com o secretário de Estado do Turismo de Portugal, Adolfo Mesquita Nunes, foi decidido que serão montados programas de intercâmbio para a formação e qualificação de estudantes e professores de turismo. Um projeto piloto deve ser montado para que, ainda no verão europeu (julho e agosto), cerca de 50 bolsistas brasileiros possam ser recebidos nas estruturas de ensino de Portugal.

Na agenda, ainda foram trocadas informações sobre a recepção de turistas em megaeventos e a experiência de 50 anos de classificação hoteleira mentida por Portugal.

Ascom/MTur
Fonte Ascom/MTur 04/04/2013 ás 10h

Compartilhe

Brasil quer ampliar recepção de turista europeu