Boudou responde por falsificação de documento

Fonte ANSA 10/08/2014 às 12h
Essa é segunda acusação de corrupção em seu mandato.

UENOS AIRES•ZSG

(ANSA) - O vice-presidente da Argentina, Amado Boudou, está sendo investigado pelo segundo caso envolvendo corrupção em seu mandato. Ele foi acusado nesta sexta-feira, dia 8, de ter falsificado os documentos de um carro.

O juiz federal Claudio Bonadio disse, como publicou o jornal La Nacion, que existem provas para provar que ele participou da falsificação de um documento público.

O carro em questão, um Honda, considerado de luxo, teve seus documentos falsificados por conta de uma briga com a ex-esposa.

Consultado pelo jornal Clarín, Boudou culpou os despachantes e disse que "é óbvio que não teria motivo para ocultar o bem".

Boudou, o primeiro vice-presidente na história do país a ser instado ainda em atividade, também responde por corrupção no caso conhecido como Ciccone. O argentino é investigado por corrupção e por gestões "incompatíveis com sua função" quando era ministro da Economia, quando teria impedido a falência da empresa Ciccone, hoje Companhia de Valores Sul-Americana, que imprime papel moeda. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 10/08/2014 ás 12h

Compartilhe

Boudou responde por falsificação de documento