Boston reforça segurança para visita de Obama

Fonte BBC Brasil 17/04/2013 às 15h


Brasília – A segurança na cidade de Boston está sendo reforçada para receber, amanhã (18), a visita do presidente Barack Obama. O presidente vai à cidade, quatro dias após o ataque a bomba que matou três pessoas e deixou mais de 170 feridos.

Obama, que cancelou uma viagem que faria ao Kansas, vai se pronunciar durante uma cerimônia ecumênica que será realizada pela manhã.

O líder norte-americano descreveu o ataque à maratona de Boston, na última segunda-feira (15), como "abominável e covarde" e ressaltou que os investigadores ainda não sabem se uma organização – doméstica ou estrangeira – ou um único indivíduo estaria por trás das duas explosões.

A vítima mais jovem é Martin Richard, um menino de apenas 8 anos. Krystle Campbell, de 29 anos, e uma estudante chinesa de pós-graduação, cuja identidade não foi revelada, também morreram.

"Por enquanto, tudo é especulação", disse Obama. "Vai levar algum tempo, mas nós vamos achar os responsáveis e eles serão julgados", completou.

Imagens divulgadas pelo FBI, a Polícia Federal norte-americana, sugerem que as bombas teriam sido colocadas em panelas de pressão escondidas dentro de mochilas pretas. Investigadores suspeitam que as bolsas teriam sido colocadas no chão e ativadas por meio de dispositivos eletrônicos.

O material recolhido pela perícia no local ainda inclui estilhaços de metal e pregos, que geralmente aumentam os estragos causados pelas bombas.

BBC Brasil
Fonte BBC Brasil 17/04/2013 ás 15h

Compartilhe

Boston reforça segurança para visita de Obama