Bolsa Família: Dilma diz que é preciso aguardar resultado das investigações

Fonte Agência Brasil 26/05/2013 às 20h

Brasília – As investigações sobre a origem dos boatos de que o Programa Bolsa Família iria acabar não estão concluídas, por isso, segundo a presidenta Dilma Rousseff, ainda não se pode dizer o que ocorreu. “Nós não podemos, não há ninguém no governo que possa dizer já - pelo menos até ontem [sexta-feira (24)], pode ter evoluído hoje [sábado (25)] – possa dizer o que ainda aconteceu. Eu acho que tem de ter muito critério para olhar isso”, disse a presidenta em entrevista à imprensa na cidade de Adis Abeba, na Etiópia, divulgada pelo site da Presidência da República.

A presidenta considera o Bolsa Família um programa vitorioso, mas que precisa ser permanentemente monitorado. “Olha, eu acredito que esse é um dos processos mais bem sucedidos do Brasil. Nós sabemos que é fundamental monitorar. Tanto é que nós temos auditoria sistemática sobre esse processo. Nós incluímos dentro do Bolsa Família todos os mecanismos capazes de assegurar que cada vez ele se aprimora mais. Nós não achamos que o dia que a gente começou a fazer o Bolsa Família, ele estava pronto. Nós construímos isso ao longo de dez anos”, ressaltou.

Sobre a possibilidade de ter ocorrido falhas, a presidenta disse que “todo processo pode ter falhas. Não há processo que não tenha falhas. O que você faz é garantir que eles sejam o menos passível de ser objeto de ou uma tentativa externa ou alguma falha interna”.

“Olha, nós somos humanos. Pode ter tido falhas. O que eu estou dizendo é o seguinte: não é uma falha tópica que explica 12 estados. Então, a Polícia Federal e a segurança da Caixa vão procurar todos os motivos e vão elencá-los. O que a gente pode tirar de bom disso? De bom disso a gente pode tirar que nós vamos estar sempre mais atentos agora para essa possibilidade. Porque durante dez anos não houve isso. Nunca houve isso nesses últimos dez anos”, completou.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 26/05/2013 ás 20h

Compartilhe

Bolsa Família: Dilma diz que é preciso aguardar resultado das investigações