Biodiversidade para jovens e crianças: Museu da Vida inaugura sua Floresta dos Sentidos

Fonte Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz 28/04/2013 às 11h

Biodiversidade para jovens e crianças: Museu da Vida inaugura sua Floresta dos Sentidos

A partir de sexta-feira (26), o Rio de Janeiro ganha, na Fiocruz, uma mata especial, e, para visitá-la, é preciso abrir bem os olhos, manter os ouvidos atentos e os sentidos a postos. Em um cenário de floresta, os visitantes poderão explorar plantas e animais, num ambiente especialmente desenhado para os pequenos curiosos: a Floresta dos Sentidos.

Voltadas para o público infanto-juvenil, as atividades da Floresta dos Sentidos desafiam as crianças, divididas em grupos de 20 por sessão, a encontrar diferentes espécies na mata ao descobrirem pistas escondidas no cenário, como uma caça ao tesouro. Em meio à brincadeira, o público irá se encantar com a Caverna dos Sons e desvendar com suas próprias mãos os segredos escondidos no tronco do Toca-toca.

Os desafios podem envolver: espécies invasoras – que vieram de outros ambientes e se espalharam com facilidade em nossas matas; espécies traficadas – animais que, por serem úteis ou bonitos, são comercializados ilegalmente; ou biopirataria – roubo de conhecimento gerado a partir de nossas espécies.

Coordenada pela chefe do Museu da Vida e divulgadora da ciência, Luisa Massarani, pela coordenadora da visitação do Museu da Vida, Rosicler Neves, e pela pesquisadora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Daniela Uziel, a atividade pretende ser uma ferramenta lúdica para sensibilizar as crianças com relação à temáticas atuais que envolvem as florestas brasileiras, como a disputa por recursos entre espécies nativas e invasoras e o tráfico de aves e de informações para pesquisas.

“As crianças são cientistas ‘naturais’: muito curiosas, sistematicamente, elas tentam entender como as coisas funcionam e o como é o mundo ao seu redor”, afirma Luisa Massarani.

Segundo ela, experiências educacionais vêm demonstrando que o público infantil tem grande capacidade de lidar com temas de ciência. “Isto faz com que atividades de divulgação científica voltadas para essa audiência tenham grande potencial de permitir que se desenvolva uma base científica duradoura em suas mentes, como parte de sua vida intelectual individual até mesmo posteriormente como adultos”, diz.

Produzida pelo Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com apoio da Faperj, a atividade integra o projeto "Ciência para pequenos curiosos" e estará em cartaz na Sala de Exposições do Museu da Vida.

Serviço

Floresta dos Sentidos
Data: a partir de 26/4
Horário: de terça a sexta, das 9h às 16h30, mediante agendamento; aos sábados, visitação livre, das 10h às 16h
Local: Sala de exposições do Museu da Vida
Avenida Brasil 4.365 - Manguinhos, Rio de Janeiro
Saiba mais.

Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz
Fonte Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz 28/04/2013 ás 11h

Compartilhe

Biodiversidade para jovens e crianças: Museu da Vida inaugura sua Floresta dos Sentidos