Berlusconi poderia vender o Milan para pagar indenização

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
Em graves dificuldades econômicas devido a uma decisão judicial que determina o pagamento de 750 milhões de euros de indenização pela compra do grupo editorial Mondadori, o premier italiano, Silvio Berlusconi, poderia estar se preparando para vender o Milan, que é considerado uma das "jóias" de sua família.

A sentença, estipulada pelo Tribunal Civil de Milão, foi anunciada no último sábado e determina que o chefe de Governo italiano deverá indenizar o empresário Carlo De Benedetti, que também pretendia adquirir o grupo Mondadori.

De acordo com fontes locais, a avaliação de mercado do clube é inferior a 700 milhões de euros, com os quais Berlusconi cobriria grande parte dos dígitos vermelhos em sua conta devido a multa imposta pela Justiça de Milão.

O patrimônio neto atribuído ao premier no grupo Fininvest, que é de sua propriedade, é de 1,6 bilhão de euros, montante que não inclui o Milan. Anteriormente, especulava-se a possibilidade de o time ser vendido para o presidente da Líbia, Muammar Kadafi, o que foi desmentido pelo grupo de Berlusconi.

Agora, as negociações seriam com um grupo financeiro dos Emirados Árabes Unidos (EAU). Alguns veículos publicaram também que o primeiro-ministro italiano já estaria em contato com Rezart Taci, um empresário albanês do mundo do petróleo e grande apaixonado por futebol, que há algum tempo esteve a um passo de comprar o clube.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Berlusconi poderia vender o Milan para pagar indenização