Banco Central anuncia novo Sistema de Leilão de Câmbio

Fonte RP1 Comunicação 04/05/2013 às 21h

Servidores do Bacen e profissionais da Cast desenvolveram e implementaram projeto.

O Departamento de Tecnologia da Informação (Deinf) do Banco Central (Bacen), com o apoio da Cast, desenvolveu e implementou, a pedido do Departamento de Operações Internacionais (Depin) do Bacen, o novo Sistema de Leilão de Câmbio, uma ferramenta fundamental para a condução da política cambial do País.

Para viabilizar sua atuação no mercado de forma rápida e eficiente, o Banco Central seleciona um grupo de instituições financeiras com atuação de destaque no mercado de câmbio para participar dos leilões de câmbio. Para o coordenador da Divisão de Relacionamento com Negócios do Bacen, Marcelo de Almeida Oliveira, essas empresas, também conhecidas comodealers, agora se beneficiam da completa interação entre seus sistemas internos e o do Banco Central.

O novo sistema gerencia todas as operações necessárias para controlar o processo de negociação da moeda estrangeira entre o Banco Central e osdealers de câmbio, assim como viabiliza o acompanhamento dos contratos de câmbio e de seus pagamentos, desde a contratação até a liquidação. Antes da modernização, todos os procedimentos funcionavam através do Sistema de Informações do Banco Central (Sisbacen), porém demandavam maior dedicação dos servidores do Departamento de Operações Internacionais (Depin) nas tarefas de registro e acompanhamento das operações.

"Esse projeto surgiu da nossa necessidade de partir para uma plataforma ainda mais ágil e segura, pois o Sistema de Leilão de Câmbio é uma ferramenta muito importante para a política monetária. O Sisbacen era uma plataforma boa e confiável, porém muito antiga", relata o chefe adjunto do Depin, Ariosto Revoredo de Carvalho.

Por dentro do Sistema de Leilão de Câmbio

Com duração de um ano, os estudos para a modernização do sistema começaram em novembro de 2011. Há seis meses, os leilões eletrônicos de moeda estrangeira no mercado interbancário são feitos pelo novo Sistema de Leilão de Câmbio e seguem o modelo de mensageria, que já é usado no Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Case premiado pela mídia especializada, o novo projeto foi desenvolvido com metodologia ágil Scrum, que permite ter uma visão contínua da produtividade da equipe e, assim, traçar metas para resolver as tarefas necessárias em tempo hábil. A solução utiliza linguagem de programação Java, com os frameworks Wicket, Hibernate e Spring.

“A Cast atende o Bacen há 16 anos e, assim como em outros clientes, fez com sucesso a transição do antigo contrato debody shop para um moderno modelo de fábrica de software, orientado a serviço e alinhado à Instrução Normativa Nº 04 do Tribunal de Contas da União (IN 04 do TCU)”, comenta Sandro Moretti Almeida, diretor de Contratos Governo e Finanças. Os colaboradores da Cast participaram de todo o ciclo do projeto, trabalhando desde o levantamento de requisitos com a área de negócios até o acompanhamento da implantação.

Sobre a Cast

A Cast é uma empresa integradora de soluções em tecnologia da informação com 23 anos de sólida atuação e experiência no mercado nacional e internacional. Atualmente com 2 mil funcionários, está estabelecida em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais, Ceará e Estados Unidos. Organizada em três áreas de negócios – Finanças, Indústria & Serviços e Governo –, a Cast é a terceira maior empresa de serviços de TI do Brasil na esfera governamental, de acordo com o estudo IT Services Tracker do International Data Corporation (IDC). Entre seus clientes estão: Banco do Brasil, Bradesco Seguros, Cielo, Codesp, Datasus, Petrobras, Proderj, Raízen e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Para mais informações, visitewww.cast.com.br.

RP1 Comunicação
Fonte RP1 Comunicação 04/05/2013 ás 21h

Compartilhe

Banco Central anuncia novo Sistema de Leilão de Câmbio