Balanço mostra avanço nas obras da Copa

Fonte Ascom – Ministério do Esporte 23/05/2012 às 13h

Balanço mostra avanço nas obras da Copa

Desde setembro de 2011, quando o governo federal apresentou o último balanço dos preparativos para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, houve aumento de 76% do número de obras em andamento. Hoje, 60 intervenções acontecem nas 12 cidades-sede. O balanço mostra ainda que o volume de investimentos previstos – R$ 27,1 bilhões – permanece o mesmo.

Confira o terceiro Balanço das Ações do Governo Federal para a Copa 2014


As construções ou reformas dos 12 estádios seguem dentro do cronograma previsto, tanto para atender os jogos da Copa das Confederações, no próximo ano, como da Copa do Mundo, em 2014. As obras de mobilidade urbana e infraestrutura aeroportuária avançaram e vão se configurar como legado importante para a sociedade brasileira.

Os dados apresentados no balanço se referem a abril de 2012, quando foi finalizada a rodada de verificação com as 12 cidades-sede.

O quadro apresentado pelo levantamento é o seguinte:

Estádios
As obras dos 12 estádios estão dentro do cronograma estabelecido, e empregam 19.043 trabalhadores. Fortaleza, Salvador, Brasília e Belo Horizonte já ultrapassaram 50% de realização dos empreendimentos. Todas as arenas que têm financiamento contratado com o BNDES já receberam recursos do banco – os desembolsos somam mais de R$ 1 bilhão.

Aeroportos
Dez dos 13 aeroportos considerados prioritários para a Copa já estão com obras em andamento. Cinco já foram entregues (uma em Cuiabá, uma em Porto Alegre, duas em São Paulo e uma em Campinas). A entrega de 26 dos 31 empreendimentos tem previsão para 2013, e cinco delas para o primeiro semestre de 2014.

Mobilidade urbana
Nove das 12 cidades-sede estão com obras de mobilidade urbana em andamento. São, ao todo, 51 empreendimentos, que contam com financiamento do governo federal e cuja execução é de responsabilidade dos municípios ou governos estaduais. Desse conjunto, 28 empreendimentos (55%) estão em obras e sete (14%) com a licitação concluída. A maior parte dos projetos – 41, ou 81% - ficará pronta até o segundo semestre de 2013; e dez devem ser entregues no primeiro semestre de 2014.

Portos
As intervenções já começaram nos portos de Fortaleza, Recife, Natal e Salvador. Em Santos e Rio de Janeiro, o processo está na fase de licitação. A de Manaus ainda está em elaboração de projeto.

Ações institucionais
O projeto de Lei Geral da Copa foi aprovado pelo Congresso Nacional, e seguiu para sanção da presidenta da República, Dilma Rousseff. Com a Lei, conclui-se a fase de normatização das garantias federais oferecidas à FIFA para a realização da Copa.

A matriz de responsabilidade de Telecomunicações, com o projeto de investimentos, foi aprovada pelo Grupo Executivo da Copa e publicada no Diário Oficial. Assim, inicia-se oficialmente o segundo ciclo de planejamento das ações governamentais para a Copa.

Ascom – Ministério do Esporte
Fonte Ascom – Ministério do Esporte 23/05/2012 ás 13h

Compartilhe

Balanço mostra avanço nas obras da Copa