Baixa umidade do ar deixa Brasília em estado de alerta

Fonte SOMAR METEOROLOGIA 19/11/2009 às 0h
A massa de ar seco que cobre boa parte da Região Centro-Oeste há vários dias tem deixado a umidade relativa do ar muita baixa. Na tarde de ontem, a estação meteorológica do aeroporto de Brasília registrou apenas 14% e em Goiânia, o índice chegou a 18%. Segundo os meteorologistas da Somar, o tempo permanece seco nesta quinta-feira e os índices de umidade ficam abaixo dos 30% novamente. O calor também não dá trégua e a máxima hoje atinge 30°C na Capital Federal e 33°C na Capital goiana.

E a situação não é nada animadora. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, os modelos de previsão não indicam chuvas para o Estado de Goiás e para o Distrito Federal pelo menos para os próximos 30 dias. Com isso, os índices de umidade continuam baixos e os números ficam abaixo dos 30%.

De acordo com estudos da Unicamp, valores entre 20% e 30% são considerados estado de Atenção, entre 12% e 20% estado de Alerta e abaixo de 12% estado de Emergência. Segundo os especialistas, a baixa umidade do ar pode provocar complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas e da pele, sangramento pelo nariz, irritação dos olhos, além do aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas.

Com o aumento da incidência de doenças respiratórias nesta época do ano, há alguns cuidados a serem tomados, tais como: evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas, umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas ou recipientes com água. Sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol ou em áreas vegetadas, consumir muita água para evitar desidratação, não ficar em ambientes fechados com aglomerações e, em alguns casos, usar soro fisiológico para olhos e narinas.
SOMAR METEOROLOGIA
Fonte SOMAR METEOROLOGIA 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Baixa umidade do ar deixa Brasília em estado de alerta