Bahia planeja investir US$ 10 bi em infraestrutura para atrair investimentos em petróleo e gás

Fonte Assessoria de Comunicação Social do MDIC 28/02/2013 às 10h

Brasília (27 de fevereiro) - O Estado da Bahia planeja investir mais de U$ 10 bilhões de dólares em obras de infraestrutura logística e de mobilidade urbana para atrair novos investimentos para a produção de petróleo e gás na região de Maragogipe.

De acordo com o diretor estadual do Departamento de Indústria da Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração, Elcio Pereira, estão previstas a construção de ponte para ligar Salvador à Ilha de Itaparica e a construção de uma via expressa sobre a Baía de Todos os Santos.

A Bahia produz diariamente 47,5 mil barris de petróleo e 9,2 milhões m³ de gás natural. A estratégia do governo estadual é investir em obras de infraestrutura que facilitem o escoamento da produção para as regiões norte, nordeste, centro-oeste e sudeste.

A indústria baiana de petróleo foi tema da primeira reunião de trabalho do Plano de Desenvolvimento de Arranjos Produtivos Locais para o Setor de Petróleo, Gás e Naval, realizada nesta terça-feira, 26, em Brasília.

O projeto faz parte do Plano Brasil Maior e do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) e irá atingir, inicialmente, cinco territórios-precursores: Maragogipe-São Roque (BA), Rio Grande-São José do Norte (RS), Ipatinga-Vale do Aço (MG), Ipojuca-Suape Global (PE) e Itaboraí-Conleste (RJ).

O objetivo do projeto é ampliar, a preços competitivos, a capacidade de oferta da indústria nacional à cadeia global de fornecedores nas áreas de petróleo, gás e naval. Para isso, serão utilizados diversos instrumentos de apoio e de crédito do MDIC, da Petrobras, do BNDES, da Finep, além de instrumentos que vierem a ser desenvolvidos e incorporados ao longo da execução do projeto.

Durante a apresentação do Estado da Bahia, Elcio Pereira apontou que, com a implantação das APLs no setor, são esperados mais incentivos à indústria, capacitação das empresas para ampliação de mercados, apoio à qualificação de recursos humanos, apoio ao desenvolvimento tecnológico, acesso a recursos financeiros e estruturação de condomínios de empresas do setor.

Atualmente, Maragogipe conta com um canteiro offshore em São Roque do Paraguaçu, mas até o fim de 2014 deve ser instalado um estaleiro. Apesar de ser uma indústria relativamente nova no Estado, Elcio reforça que o setor de petróleo, gás e naval já representa 11,1% dos investimentos realizados. São 19 companhias atuando em terra e mar, sendo que a maioria da produção pertence à Petrobras.

Fonte: Plano Brasil Maior/assessoria de imprensa

Assessoria de Comunicação Social do MDIC
Fonte Assessoria de Comunicação Social do MDIC 28/02/2013 ás 10h

Compartilhe

Bahia planeja investir US$ 10 bi em infraestrutura para atrair investimentos em petróleo e gás