Aves marinhas podem indicar contaminação ambiental no Oceano Atlântico

Fonte Informe Ensp 30/03/2013 às 17h

 

Uma pesquisa apresentada na Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) mostrou que o Puffinus puffinus, ave conhecida como bobo-pequeno, pode ser um indicador de contaminação ambiental.

O trabalho O bobo-pequeno (Puffinus puffinus) como sentinela de saúde do Oceano Atlântico foi desenvolvido pela médica veterinária Maíra Duarte Cardoso e buscou detectar diferentes tipos e níveis de contaminantes químicos e espécies de bactérias comuns em ambientes aquáticos a partir do bobo-pequeno.

Nas análises bacteriológicas do estudo, as aves apresentaram contaminação por vibrio spp. e Aeromonas spp. – espécies que podem provocar doenças.

Essa ave marinha migratória, cujas colônias reprodutivas se instalam no Atlântico Norte, migram para América do Sul e África.

Leia mais no Informe Ensp.

Informe Ensp
Fonte Informe Ensp 30/03/2013 ás 17h

Compartilhe

Aves marinhas podem indicar contaminação ambiental no Oceano Atlântico