Autoridades chilenas evacuam 2 mil pessoas por causa de vulcão

Fonte Ansa flash 28/05/2013 às 15h

A região evacuada fica próxima ao vulcão Copahue

SANTIAGO DO CHILE, 29 MAI (ANSA) - As autoridades chilenas estão evacuando hoje mais de duas mil pessoas na região do vulcão Copahue, na fronteira com a Argentina, por causa de uma possível erupção.

As operações de retirada da população estão sendo realizadas pelo Exército, os Carabineiros e da polícia, na região de Bio-Bio, em uma área de cerca 25 quilômetros de distancia do vulcão.

Segundo a mídia local, as 2,2 mil pessoas envolvidas na intervenção reagiram com calma aos alertas das autoridades. A evacuação é obrigatória e prevista inicialmente para dois dias.

Nas regiões argentinas próximas a fronteira com o Chile, como na província de Neuquen, também foi declarado o estado de alerta e 600 pessoas tiveram que deixar suas casas.

A última atividade de Copahue, vulcão de 2.965 metros de altura localizado a cerca de 500 quilômetros ao sul de Santiago, foi em 1600, e segundo os peritos chilenos as erupções acontecem a cada 400 anos.

De acordo com o último relatório do Serviço Nacional de Geologia e Mineração, nas últimas 48 horas houve um aumento significativo da atividade sísmica ao redor do vulcão.

"Isso não significa que o vulcão entrará necessariamente em erupção. Mas todos os relatórios técnicos indicam o início de um processo que pode culminar em uma erupção", explicou o ministro do Interior chileno, Andrés Chadwick.

Na última segunda-feira as autoridades chilenas tinham decretado o "alerta vermelho" na região próxima a montanha e lançado as primeiras instruções para a ativação do plano de emergência.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 28/05/2013 ás 15h

Compartilhe

Autoridades chilenas evacuam 2 mil pessoas por causa de vulcão