Aumenta incidência de colesterol alto em jovens

Fonte Imagem Corporativa 13/03/2013 às 18h

Adolescentes estão entre os que mais consomem alimentos com alto teor de gordura trans

As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no Brasil e um dos fatores que contribui com este resultado é o alto índice de colesterol no sangue. Este tipo de gordura é uma substância necessária para o organismo. No entanto, o desequilíbrio em sua produção pode ter sérias implicações. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) adolescentes de 14 a 18 anos de idade são os que mais ingerem alimentos com alto teor de gordura. Já o percentual de crianças com sobrepeso e obesidade chega a 35%, de acordo com levantamento do IBGE.

Existem dois tipos de colesterol, o LDL e o HDL, sendo o primeiro prejudicial à saúde, caso haja grande concentração na corrente sanguínea. De acordo com o cardiologista do Hospital do Coração, Dr. Sidney Cunha, altas taxas de colesterol ruim (LDL) são a principal causa de doença coronária, ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. “O colesterol ruim em grande quantidade acumula gordura nas paredes das artérias causando obstrução do fluxo sanguíneo”, afirma o cardiologista.

A diminuição dos níveis de LDL reduz a ocorrência de infartos, a necessidade de cirurgia e a mortalidade. “Baixando o nível de LDL suficientemente, haverá redução dos eventos cardiovasculares e da mortalidade”, explica Cunha. Isso se dá com a diminuição do consumo de gordura animal, presente nas carnes, gordura de laticínios, associada à prática de exercícios físicos e ao controle do colesterol por meio de medicamentos. Aproximadamente 75% do colesterol são produzidos pelo fígado enquanto os 25% restantes provêm da alimentação. “Os hábitos não saudáveis dos jovens, como a má qualidade da alimentação, aliados a fatores genéticos, aumentam os riscos de doenças cardiovasculares”, alerta.

De acordo com o médico, uma das funções do HDL, o bom colesterol, é transportar as placas de gordura acumuladas nos vasos sanguíneos para o fígado. Desta forma, os níveis de colesterol devem estar equilibrados, pois o excesso ou a falta de um dos tipos causa um desequilíbrio no organismo. “Uma das maneiras mais eficazes de aumentar o índice de HDL é a prática de atividade física regular, redução da ingestão de gorduras trans e manter uma dieta nutritiva”, conclui o especialista.

facebook.com/HospitalSantaLuzia
www.hsl.com.br

Imagem Corporativa
Fonte Imagem Corporativa 13/03/2013 ás 18h

Compartilhe

Aumenta incidência de colesterol alto em jovens