Audiências públicas que discutirão criação da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis começam na terça-feira

Fonte UFMG 17/08/2014 às 14h
Começa nesta terça-feira, dia 19, no campus Pampulha, a série de audiências públicas que serão realizadas no âmbito da UFMG para subsidiar a proposta de criação da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis. O cronograma inicial previa quatro encontros, mas, a pedido dos estudantes, esse número foi ampliado para seis.

“A intenção é aprofundar ao máximo as discussões”, afirma o professor Tarcísio Mauro Vago, assessor especial para Assuntos Estudantis e presidente da comissão encarregada de debater o tema. Na terça-feira, haverá duas audiências na Praça de Serviços, às 14h e às 17h30. O segundo encontro foi programado com o objetivo de facilitar a participação de alunos dos cursos noturnos.

A série terá sequência na quarta-feira, 20 (Faculdade de Medicina), quinta, 21 (Faculdade de Direito), terça-feira, 26 (campus Montes Claros), sempre às 14h. O último encontro – outra novidade em relação à agenda inicial – está marcado para o dia 30, sábado, às 18h, na Moradia Universitária 1, no bairro Ouro Preto.

O formato das audiências está definido. Elas começarão com uma apresentação do professor Tarcísio Vago, que falará sobre o desenho e os eixos da nova pró-reitoria. Em seguida, lideranças do DCE apresentarão o posicionamento da entidade em relação ao assunto. Por último, o debate será aberto ao público para a exposição das propostas.

Um seminário a ser realizado em novembro refinará as discussões levantadas durante as audiências públicas. Ainda neste semestre, a proposta de criação da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis será levada à apreciação do Conselho Universitário.

Eixos
A nova instância vai focalizar três eixos: assistência estudantil, ações afirmativas e estímulo ao protagonismo estudantil. O primeiro envolve o atendimento a necessidades materiais, como moradia, alimentação, auxílio-creche e apoio psicológico. A segunda frente diz respeito, segundo Tarcísio Vago, ao desafio de “enfrentar opressões de natureza étnica, homofóbica, machista, sexista e contra pessoas com deficiências”. O terceiro eixo focalizará o estímulo ao protagonismo acadêmico, que poderá se materializar, por exemplo, na elaboração de editais para financiamento de eventos propostos por alunos.

Leia mais sobre o assunto em matéria publicada nesta semana no Boletim UFMG.

Agenda
Dia 19, às 14h e 17h30 – Praça de Serviços, campus Pampulha
Dia 20, às 14h – auditório da Faculdade de Medicina, campus Saúde
Dia 21, às 14h – auditório da Faculdade de Direito, Centro
Dia 26, às 14h – auditório do Instituto de Ciências Agrárias, campus Montes Claros
Dia 30, às 18h – salão de convivência da Moradia 1, no bairro Ouro Preto
UFMG
Fonte UFMG 17/08/2014 ás 14h

Compartilhe

Audiências públicas que discutirão criação da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis começam na terça-feira